5 dicas úteis de segurança para a temporada de férias

Views: 31
0 0
Read Time:3 Minute, 34 Second

Reunimos algumas dicas para ajudar as empresas a se preparar melhor contra os ciberataques neste período de festas de fim de ano

As festas de fim de ano estão chegando e, como registram vários estudos, esta é a época do ano em que os cibercriminosos estão mais ativos. Pesquisas de mercado revelam que entre o Natal e o Ano Novo as organizações ao redor do mundo experimentam um aumento nas ameaças cibernéticas, com algumas enfrentando períodos de inatividade devido a um incidente cibernético durante os festejos.

Isso se deve ao fato de que o aumento das atividades online oferece aos cibercriminosos muitas oportunidades para realizar o roubo de dados. Os consumidores também tendem a baixar a guarda e, à medida que as pessoas lidam com a azáfama da época festiva, a segurança cibernética se torna algo secundário.

Além disso, as empresas costumam operar com uma equipe mínima durante esta época do ano. Isso significa que menos membros da equipe são destacados para zelar da cibersegurança, deixando as redes e os dados mais expostos. Para piorar, como muitos funcionários das equipes de segurança costumam viajar, as empresas tendem a ser mais lentas para responder às ameaças. Os cibercriminosos estão bem cientes dessas lacunas e exploram essa falha temporária na segurança.

Diante disso, as organizações devem tomar uma decisão consciente para ampliar suas medidas de segurança durante esta temporada e adotar medidas proativas para prevenir ataques e se defender melhor. A seguir fornecemos algumas dicas para ajudar as empresas a se preparar melhor contra ataques cibernéticos neste período de festas de fim de ano:

Realizar programas de treinamento e de conscientização sobre segurança

Pode parecer trivial, mas realizar programas de treinamento e conscientização sobre segurança para os funcionários é extremamente valioso. Os funcionários estão normalmente entre os principais alvos de ataques de engenharia social, como phishing, comprometimento de e-mail comercial (BEC) e fraude, entre outros. Por causa dos feriados, a segurança cibernética pode ser a última coisa na cabeça dos funcionários. Portanto, a realização de uma sessão de treinamento pode ajudar a lembrá-los das ameaças com as quais devem ser cautelosos e as medidas que devem ser tomadas para evitar serem vítimas delas.

Mantenha os sistemas atualizados

Empresas de todos os setores e tamanhos usam uma variedade de aplicativos de terceiros. Um ataque bem-sucedido geralmente acontece quando um sistema ou software não é atualizado, o que deixa vulnerabilidades que os hackers podem explorar. Os cibercriminosos tiram proveito dessas fraquezas para obter acesso à rede corporativa e causar estragos. Para evitar isso, é crucial que as organizações invistam em um sistema de gerenciamento de patches e garantam que todos os softwares e sistemas sejam atualizados para suas versões mais recentes.

Tenha um plano

Embora tomar medidas de precaução possa ajudar muito na prevenção de ataques cibernéticos, as organizações precisam estar preparadas para o caso de um ataque bem-sucedido. É importante ter planos robustos de resposta a incidentes (IR) e recuperação de desastres (DR). Um plano de IR ajuda as organizações a identificar, eliminar e se recuperar com eficácia de um incidente de segurança cibernética. Posteriormente, um plano de DR concentra-se em colocar os sistemas novamente online e garantir a continuidade dos negócios.

Faça backup dos dados

No centro de todas essas medidas preventivas está a garantia de proteção dos dados. É fundamental realizar backups regulares de dados para evitar a perda desse recurso corporativo crítico.

Adote uma abordagem de confiança zero

Os funcionários inevitavelmente acessarão os sistemas corporativos por meio de redes domésticas ou públicas inseguras. Como é época de festas, alguns podem acessar redes empresariais usando dispositivos novos e não autorizados. É por isso que é importante implementar um sistema de gerenciamento de acesso abrangente para garantir o acesso seguro às redes corporativas. Além disso, as organizações também devem adotar uma abordagem de confiança zero, que pressupõe que todos os usuários não são confiáveis ​​e requer verificação de identidade estrita para cada usuário e dispositivo ao tentar acessar recursos.

Com a aproximação dos feriados, é importante lembrar que os cibercriminosos não tiram férias. Eles estão sempre prontos para atacar e tirar proveito de quaisquer vulnerabilidades dentro de uma organização. Portanto, é fundamental estar preparado contra ameaças cibernéticas e lembrar que a vigilância cibernética constante é essencial.

FONTE: CISO ADVISOR

Previous post Ransomware é confirmado como top ameaça de 2021
Next post Hackers usam técnica de injeção RTF para espalhar malware

Deixe um comentário