Ataque Mão Fantasma: malware brasileiro controla e rouba dados de celulares Android

Views: 123
0 0
Read Time:1 Minute, 38 Second

Infelizmente os golpes digitais estão se tornando cada vez mais avançados como o Correios que teve seu domínio usado por cibercriminosos. A ameaça de hoje visa celulares Android para roubar dados pessoais e também dinheiro das vítimas. Saiba tudo sobre o Ataque da Mão Fantasma que já está presente até mesmo fora do Brasil.

Nomeado como Ghost Hand Attack (Ataque Mão Fantasma em inglês) o malware foi criado por hackers brasileiros em 2019 e ressurgiu agora com algumas modificações, se disfarçando até mesmo como um aplicativo confiável na Google Play Store que já teve mais de 40 mil instalações.

O Ghost Hand Attack permite que hackers acessem dados do celular e até mesmo redirecionem o usuário para páginas falsas, telas de aplicativos falsos para rastrear e obter senhas visando principalmente aplicativos bancários. Um dos principais sinais de infecção são aplicativos, sites e notificações surgindo inesperadamente do aparelho.

A infecção ocorre por meio de e-mails e notificações alertando sobre falsas atualizações de aplicativos e de sistema. A praga foi relatada hoje Fórum Konferencia@Casa 2021 da Kaspersky.

Uma vez instalado no sistema, o malware consegue controlar todo o dispositivo se escondendo e dificultando a sua remoção, que muitas vezes é possível somente com um antivírus competente ou reset do aparelho, que apaga todo o conteúdo pessoal do smartphone.

Uma das versões do Mão Fantasma ainda recolhe dados sobre o comportamento do usuário como uma forma de espionagem sem que o dono do celular perceba. Estes dados são enviados a um servidor e revendidos a empresas que os utilizam para enviar anúncios com base no interesse destas pessoas.

Por fim, a única forma de se manter seguro é sempre verificar o desenvolvedor antes de baixar um aplicativo na Google Play, manter as atualizações de segurança do celular em dia, verificando sempre pelo aplicativo Configurações do seu Android se há uma nova versão disponível, pois as fabricantes somente fornecem atualizações desta forma por padrão

FONTE: TUDO CELULAR

Previous post Cuidado! CPUs AMD Ryzen 2000 e EPYC com Zen 2 têm falha crítica de segurança descoberta
Next post Brasil exporta 3 famílias de malware que roubam dados financeiros do celular

Deixe um comentário