Nova temporada de Rick and Morty cria onda de ataques de ransomware

Views: 107
0 0
Read Time:1 Minute, 56 Second

Desde 2020 que o consumo de séries e filme online através de plataformas de streaming resultou numa verdadeira explosão de pirataria online, criando também a perfeita oportunidade para grupos de hackers planearem ataques de ransomware a milhões de utilizadores.

Muitos desses ataques passam por “injetar” ficheiros maliciosos em alegados ficheiros de séries e filmes lançados recentemente nas várias plataformas de streaming. Um excelente exemplo disso foi o recente lançamento da 5ª série da popular série Rick and Morty, que acabou por criar uma onda de ataques de ransomware e não só.

A investigação foi lançada pela equipa da Kaspersky, que analisaram centenas de ficheiros maliciosos disfarçados de episódios de Rick and Morty. Através destes ficheiros, os piratas informáticos conseguiram espalhar vários tipos de malware, onde estão incluídos vários exploits e ransomware sofisticado.

Os ataques de ransomware são extremamente perigosos para qualquer utilizador, correndo o risco de perder acesso a todos os seus ficheiros e ainda ser vítima de roubo de identidade.

Ransomware e phishing foram apenas alguns exemplos que mancharam o lançamento de Rick and Morty

Além dos muitos ataques de ransomware gerados após o lançamento da 5ª temporada de Rick and Morty, a equipa da Kaspersky identificou também vários sites de phishing, onde os cibercriminosos disponibilizaram os primeiros minutos do episódio, obrigando depois a que os utilizadores se registassem no site, introduzindo os dados do seu cartão bancário.

Com todos os acontecimentos de fraudes online durante os últimos anos, já devíamos estar preparados para que os cibercriminosos tentei tirar proveito de literalmente tudo o que acontece online. Hoje, mais que nunca, é a altura perfeita para aplicar o velho ditado “o barato sai caro”, especialmente considerando todos os riscos que a pirataria traz aos utilizadores.

4 dicas para evitar que sejas vítima de burla online

  1. Verificar sempre a autenticidade dos websites antes de introduzir dados pessoais e utilizar apenas páginas oficiais para ver filmes, séries e espetáculos.
  2. Presta atenção às extensões dos ficheiros que descarregas. Um ficheiro de vídeo nunca terá uma extensão .exe ou .msi.
  3. Utiliza uma solução de segurança fiável, que identifica ficheiros maliciosos e bloqueia sites de phishing.
  4. Evita links que prometem a visualização antecipada de conteúdos. Em caso de dúvida, esclarece com o fornecedor de serviços de entretenimento a autenticidade do conteúdo.

FONTE: TECHENET

Previous post Grupo Fleury foi vítima do mesmo ransomware que infectou TJ-RS, Sol Oriens, JBS e Colonial Pipeline
Next post Quatro estados dos EUA querem proibir pagamentos de resgate em casos de ransomware

Deixe um comentário