ADATA sofre roubo de quase 700 GB de dados em ataque ransomware

Views: 92
0 0
Read Time:1 Minute, 12 Second

O grupo responsável pelo ransomware Ragnar Locker revelou hoje um conjunto de mais de 700GB de dados associados à empresa ADATA, reconhecida no mercado pelas suas soluções de armazenamento e memórias RAM.

De acordo com o portal BleepingComputer, o grupo terá conseguido obter acesso à rede interna da empresa, roubando mais de 700 GB de dados associados à mesma e encriptando os sistemas afetados em seguida.

Apesar de ainda se desconhecer o conteúdo concreto dos dados, os nomes de ficheiros que foram disponibilizados para download pelo grupo apontam que estes possuem vários dados associados com parceiros e clientes da empresa, incluindo registos de transações financeiras da marca, acordos internos e outro género de informações potencialmente sensíveis.

O ataque e roubo dos conteúdos terá ocorrido no passado dia 23 de Maio de 2021, altura em que a empresa confirmou a intrusão nos seus sistemas e revelou ter aplicado medidas imediatas para conter a mesma – mas aparentam não ter sido suficientes para prevenir o roubo dos dados. Tendo em conta que os dados estão agora disponíveis publicamente para download, acredita-se que a ADATA não terá pago aos atacantes para reaver os ficheiros e eliminar a informação roubada.

De notar que este é o segundo conjunto de dados que são publicados sobre a ADATA devido ao ataque, sendo que o primeiro foi também realizado por parte do grupo associado ao mesmo ransomware, mas teria dimensões consideravelmente mais pequenas.

FONTE: TUGATECH

Previous post Procon-SP pede que 10 bancos e 3 associações expliquem suas defesas digitais
Next post Ataques de ransomware em Portugal registaram aumento de 70% nos últimos dois meses

Deixe um comentário