Antivírus da Norton vira ferramenta para minerar criptomoedas

Views: 27
0 0
Read Time:1 Minute, 21 Second

Por Felipe Gugelmin

Conhecido principalmente como uma proteção contra malwares e outras ameaças, o Norton 360 agora também pode ser usado para uma função inusitada: minerar criptomoedas. A NortonLifeLock revelou nesta quarta-feira (2) que o recurso está chegando aos poucos a usuários selecionados, que vão receber um convite para testá-lo em seus computadores.

Vincent Pilette, CEO da empresa, explica que a decisão parte do fato de que a aposta no mercado de criptomoedas reflete as necessidades crescentes de seus consumidores. Conhecida como Norton Crypto, a solução criada pela organização inicialmente vai focar na Ethereum, mas há a possibilidade de que mais moedas sejam incluídas em um futuro próximo.

Imagem: Divulgação/NortonLifeLock

A promessa é que o Norton Crypto oferece um ambiente seguro para a mineração: atualmente, muitas soluções do tipo exigem que o usuário desligue seus sistemas de proteção para funcionar. Todos os ganhos em Ethereum podem ser armazenados na Norton Crypto Wallet, solução inteiramente baseada na nuvem.

“Temos orgulho de ser a primeira companhia de cibersegurança para consumidores que oferece a mineradores a capacidade de transformar com segurança e facilidade o tempo ocioso de seus PCs em uma oportunidade de ganhar moedas digitais”, afirma Gagan Singh, diretor de produtos da NortonLifeLock.

Um representante da empresa afirmou ao The Verge que haverá um botão dedicado a transferir a criptomoeda para a Coinbase, permitindo que os usuários transformem seus ganhos em dinheiro real. A expectativa é que o recurso seja oferecido a todos os usuários do Norton 360 dentro das próximas semanas, mas datas específicas para o fim do processo ainda não foram reveladas.

FONTE: CANALTECH

Previous post Golpes virtuais quase triplicaram nos últimos três meses; confira como se proteger
Next post Quem vai parar o cibercrime?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *