40% dos usuários de aplicativos SaaS já perderam dados on-line, alerta estudo

Views: 183
0 0
Read Time:2 Minute, 52 Second

Relatório lembra empresas de todos os tamanhos a importância de garantir backups completos e utilizáveis ​​para os principais aplicativos de negócios

Uma nova pesquisa com 631 usuários de SaaS em diversos setores descobriu que 40% já haviam perdido dados armazenados em suas ferramentas on-line. A Rewind, provedora de backups em nuvem para aplicativos SaaS e idealizadora da pesquisa, incentiva empresas de todos os tamanhos a avaliar suas iniciativas atuais de proteção de dados em nuvem e ter backups abrangentes para os principais aplicativos de negócios antes do Dia Mundial do Backup, em 31 de março .

A pesquisa descobriu que, embora mais da metade (53%) dos entrevistados citassem o uso de ferramentas SaaS no trabalho e alguns (43%) até usassem quatro ou mais, muitos usuários (45%) ainda não conheciam o Modelo de Responsabilidade Compartilhada. Eles, portanto, não percebem que, embora os provedores de SaaS façam backup ativamente de sua própria infraestrutura em nuvem, eles não disponibilizam aos usuários as informações críticas de negócios em nível de conta armazenadas em seus aplicativos, diz o relatório.

No entanto, a maioria observou que os dados em seus aplicativos SaaS eram “um pouco” (47%) ou “muito” (42%) críticos para realizar seu trabalho.

“Se eu soubesse que as ferramentas on-line não oferecem proteção completa aos dados da minha empresa, teria feito backup de tudo no primeiro dia”, disse Matt Davis, proprietário da Whisker Seeker, um dos maiores fabricantes de equipamentos de pesca da América do Norte. “A perda de dados vitais de nossa loja de comércio eletrônico dias antes do início da temporada de compras de fim de ano quase paralisou nossa operação. Foi o maior pesadelo da minha vida; um que eu nunca quero que aconteça novamente”.

De acordo com o Dia Mundial do Backup, 30% das pessoas nunca fizeram backup de arquivos em um local diferente de seu computador, mas 29% dos desastres são causados por acidentes. A organização lembra de histórias de acidentes desastrosos, como o da Pixar, que perdeu 90% do filme de animação Toy Story 2 devido a um comando errôneo do computador. Ou do caso do Sidekick da Microsoft e da T-Mobile em que perderam quase que completamente todos os dados de clientes.

Além disso, 114 telefones são roubados ou perdidos a cada minuto e 1 em cada 10 computadores é infectado com vírus todos os meses.

“Queremos que todos os dias sejam dias de backup”, disse Mike Potter, CEO e Cofundador da Rewind. “À medida que os usuários de negócios confiam cada vez mais os dados de que dependem à nuvem com aplicativos SaaS, é fundamental compreender os riscos associados e como gerenciar a perda de dados. No ambiente de negócios cada vez mais dependente de tecnologia hoje, backups abrangentes, acessíveis e facilmente restaurados para aplicativos SaaS básicos tornaram-se uma necessidade absoluta para manter as operações de negócios funcionando sem problemas”.

Ainda segundo o Dia Mundial do Backup, os itens que precisam fazer backup são: computadores, laptops, iPods, tablets, outros dispositivos sem fio, fotos e vídeos nas redes sociais. Formas comuns de perda de dados são roubo, falha de hardware, desastre natural, formatos de arquivo obsoletos ou, simplesmente, o esquecimento de onde colocou esses dados.

A adoção da computação em nuvem, especificamente SaaS, tem se acelerado em um ritmo dramático. Protegendo mais de 33 bilhões de pontos de dados globalmente. Além de fácil, tanto backups locais quanto externos dão segurança e tranquilidade a pessoas e empresas.

FONTE: CIO

Previous post Hackers tentaram implantar código no software PHP para ganhar acesso a milhões de páginas na internet
Next post Portal da Transparência do Governo do AM sofre ataque de hacker

Deixe um comentário