Vazam mais de 20 GB de documentos com supostos segredos industriais da Intel

Views: 168
0 0
Read Time:1 Minute, 18 Second

Uma coleção contendo mais de 20 GB de documentos confidenciais internos da Intel foi publicada no Twitter na tarde desta quinta-feira (6). Tratam-se de diversos arquivos contendo propriedades intelectuais da marca, marcados como “restrito” ou “confidencial”, e abordando inclusive arquiteturas e projetos de hardware ainda não divulgados pela companhia. A veracidade do vazamento, porém, ainda precisa ser confirmada.

O banco de dados foi disponibilizado pelo suíço Till Kottmann, famoso pesquisador que frequentemente expõe coleções vazadas através de servidores mal configurados e repositórios Git com baixo nível de proteção; o responsável por exfiltrar os documentos, porém, foi um hacker anônimo que afirma ter efetuado o desvio no começo do ano. Segundo a dupla, os 20 GB são apenas uma parte do total adquirido.

O material incluso na coleção é diversificado, contendo desde campanhas promocionais para produtos antigos da Intel (como os processadores da família Kaby Lake, de 2016) até especificações técnicas e esquemáticas de arquiteturas futuras que ainda não foram lançadas (como a Tiger Lake). Também é possível encontrar ferramentas de debug, binários de drivers, roadmaps, SDKs e conteúdo de divulgação editáveis pelo Adobe InDesign.

Reprodução/ZDNet

Ao ZDNet, a Intel afirmou que está investigando o incidente, mas descartou uma invasão de força bruta. “A informação parece vir do Centro de Design e Recursos da Intel, que armazena informações para uso por nossos consumidores, parceiros e outros agentes externos que estão registrados para acesso. Acreditamos que um indivíduo com acesso fez download e compartilhou esses dados”, afirmou um porta-voz.

FONTE: CANALTECH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *