Gigante de viagens paga 414 bitcoins após ter 30.000 computadores invadidos por hackers

Views: 48
0 0
Read Time:1 Minute, 40 Second

A CWT, uma das principais empresas de gestão de viagens do mundo, acaba de pagar 414 bitcoins à hackers que invadiram seus sistemas. 

A gigante estadunidense teve 30.000 computadores invadidos e informações roubadas em um ataque de ransomware, segundo informações da Reuters

O montante equivalente a R$ 23,5 milhões foi pago em BTC após intensa negociação entre os hackers e um representante da companhia em um bate-papo público on-line. 

Para invadir os sistemas da CWT, anteriormente conhecida como Carlson Wagonlit Travel, os hackers usaram um ransomware chamado Ragnar Locker. 

Essa classe trojan é projetado para criptografar arquivos do computador, tornando-os inutilizáveis, além de encerrar programas instalados. 

Sendo assim, para retomar acesso ao sistema, a vítima precisa pagar pelo acesso à restauração. 

Resgate 

A empresa confirmou o ataque e, segundo a matéria, os hackers inicialmente exigiram um pagamento de R$ 52,2 milhões para restaurar os arquivos e excluir todos os 2 terabytes de dados supostamente roubados. 

As informações incluíam relatórios financeiros, documentos de segurança e dados pessoais dos funcionários. 

Em mensagens revisadas pela Reuters, os invasores afirmam em 27 de julho: advertise on this website 

“Provavelmente é muito mais barato [pagar o resgate] que as despesas com processos judiciais e perda de reputação causada por vazamento.” 

No entanto, a CWT negociou, e argumentou que foi severamente atingida pela pandemia do novo coronavírus, conseguindo que os criminosos aceitassem o valor de R$ 23 milhões em resgate (414 BTC na cotação de 28 de julho). 

A empresa registrou uma receita de US $ 1,5 bilhão no ano passado e diz representar mais de um terço das empresas no índice de ações do S&P 500 nos EUA. 

Em nota, a CWT disse ter informado imediatamente a polícia nos EUA e as autoridades euopéias de proteção de dados. 

FONTE: CRIPTONIZANDO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *