Hacker de Uberlândia é desmascarado após fraudar sites de 40 países

Views: 64
0 0
Read Time:1 Minute, 47 Second

A Check Point Software Technologies, empresa de segurança cibernética nos Estados Unidos, identificou uma pessoa de Uberlândia como responsável pela invasão e fraude de dados de sites de 40 países. As ações criminosas ocorriam desde 2013, segundo a empresa.

hacker foi identificado pelo perfil @VandaTheGod e entre os países alvo estavam República Dominicana, Trindade e Tobago, Argentina, Portugal, Tailândia, Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia. A estimativa da Check Point é tenham sido invadidas quase 5 mil páginas pelo mundo. Grande parte delas era motivada por sentimentos antigovernamentais com intuito de combater injustiças sociais que o hacker acreditava serem resultantes da corrupção política. 

Mas nem só de ativismo vivia @VandaTheGod. Ainda de acordo com a Check Point, o hacker também promoveu ataques a figuras públicas, universidades e até mesmo hospital. Em um dos casos ele chegou a alegar ter acesso a registros médicos de um milhão de pacientes na Nova Zelândia, que foram colocados à venda por 200 dólares. Além disso, o hacker praticava roubo de dados pessoais e financeiros de várias vítimas.

Além de vender informações roubadas, @VandaTheGod também divulgava dados de cartões de crédito das vítimas. O hacker postava resultados das invasões feitas em seu perfil no Twitter e alegava fazer parte de um movimento chamado “Brazilian Cyber Army (BCA)”, exibindo até mesmo um logotipo.

Essas imagens compartilhadas pelo hacker ajudaram os pesquisadores a identificá-lo, mas não foram divulgadas outras informações sobre ele. Após a descoberta, a Check Point repassou o caso às autoridades policiais para investigação do autor e crimes praticados.

No Brasil, uma das vítimas foi o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), em agosto do ano passado. Na ocasião foram postadas mensagens a favor da preservação da Floresta Amazônica durante o período das queimadas na região. A atriz Myrian Rios também teve sua conta invadida pelo hacker uberlandense. Em maio de 2018, @VandaTheGod assumiu a autoria de pelo menos 25 desfigurações de páginas do governo federal, além de universidades públicas e projetos culturais, todas envolvendo o então presidente Michel Temer.

FONTE: JM ONLINE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *