Frota crescente de carros elétricos exige atenção à segurança cibernética no carregamento

Views: 122
0 0
Read Time:3 Minute, 0 Second
Dean Coclin, diretor sênior de desenvolvimento de negócios da DigiCert, alerta que sem medidas de segurança adequadas, os EVSEs ficam expostos a várias vulnerabilidades.

Assim como os airbags protegem os ocupantes do veículo, a confiança digital desempenha um papel vital na proteção de veículos elétricos (EVs) e seus usuários durante as operações de carregamento. E à medida que os veículos elétricos se tornam cada vez mais populares, a importância da confiança digital no processo de carregamento não pode ser negligenciada.

“O advento dos veículos elétricos exige a implementação de confiança digital para garantir a troca segura de dados entre EVs e equipamentos de abastecimento de veículos elétricos (EVSE). No entanto, é crucial reconhecer que EVSEs são suscetíveis a riscos de segurança cibernética e exigem medidas de proteção robustas”, alerta Dean Coclin, diretor sênior de desenvolvimento de negócios da DigiCert.

Segundo ele, sem medidas de segurança adequadas, os EVSEs ficam expostos a várias vulnerabilidades, incluindo:

• Interrupção operacional: os hackers podem interromper a infraestrutura de carregamento, tornando os EVSEs inutilizáveis e causando transtornos aos proprietários de veículos elétricos. Isso pode ter um impacto significativo nos sistemas de transporte e dificultar a adoção da mobilidade elétrica.

• Violação e comprometimento de dados: violar a segurança das estações de carregamento pode levar ao roubo ou comprometimento de dados confidenciais, incluindo informações de pagamento do cliente. Esses dados podem ser explorados para fraude financeira, roubo de identidade ou outros fins maliciosos, prejudicando a confiança entre os usuários de EV e os provedores de infraestrutura de cobrança.

• Desconfiança de reputação: as violações de segurança podem manchar a reputação dos provedores de infraestrutura de carregamento de VEs, levando à perda de confiança dos clientes. Isso pode ter implicações de longo prazo para a adoção e sucesso de veículos elétricos.

Os perigos de uma política de segurança fraca

O impacto de práticas de segurança fracas e a falha na implementação das melhores práticas de confiança digital para estações de carregamento de VE podem ter consequências graves:

• Inconveniência e insatisfação do usuário: estações de carregamento inseguras podem sofrer interrupções ou mau funcionamento frequentes, incomodando os proprietários de veículos elétricos que dependem deles. Isso pode gerar insatisfação e frustração entre os usuários, dificultando o crescimento do mercado de VEs.

• Perda e responsabilidade financeira: Violações de dados e informações de pagamento comprometidas podem resultar em perdas financeiras tanto para proprietários de veículos elétricos quanto para operadores de estações de recarga. Além disso, medidas de segurança inadequadas podem expor os operadores de estações de carregamento a responsabilidades legais e regulatórias.

• Crescimento atrofiado do mercado de VEs: a falta de confiança na segurança da infraestrutura de carregamento pode impedir que potenciais compradores de VEs adotem a mobilidade elétrica. Uma forte confiança digital é crucial para promover a confiança e incentivar a adoção generalizada de VEs.

A confiança digital é um componente crucial na operação de estações de carregamento de veículos elétricos. Ao implementar medidas de segurança robustas, os EVSEs podem proteger contra vulnerabilidades, evitar interrupções, proteger os dados do cliente e criar confiança entre os usuários de EV.

Ao longo de 2022, foram emplacados 143.281 veículos elétricos e híbridos na América Latina, o que representa um crescimento de 21,7% em relação a 2021, quando foram emplacadas 117.742 novas unidades. Apesar de ocorrer de forma lenta, a adoção de carros elétricos vem ocorrendo no Brasil.

A Vibra, principal fornecedora de soluções de recarga e abastecimento de energia do Brasil, está investindo em corredores elétricos, com 9 mil quilômetros de rodovias com carregadores capazes de carregar 80% da bateria em 20 minutos.

FONTE: IP NEWS

POSTS RELACIONADOS