Diminuição no número de ferramentas de cibersegurança indica maturidade de empresas

Views: 149
0 0
Read Time:2 Minute, 14 Second

Opinião é de especialista da Palo Alto Networks, que aponta que 80% das empresas esperam simplificar suas ferramentas em três anos 

De acordo com o Gartner, até 2026, 80% das empresas esperam simplificar suas ferramentas de segurança para aplicativos nativos de nuvem. Especificamente, eles reduzirão o número de ferramentas usadas para esse fim de uma média de 10 em 2022 para três ou menos. Para a Palo Alto Networks, essa consolidação de ferramentas de segurança pode trazer vários benefícios potenciais, como gerenciamento simplificado, integração aprimorada, redução de complexidade e potencialmente custos mais baixos.

Para Marcos Nehme, líder para a América Latina e Caribe, Prisma Cloud na Palo Alto Networks, explica que pesquisas da própria empresa apontam que a frequência de implantação de aplicativos na nuvem aumentou 67% nos últimos doze meses. “Então unificar as ferramentas também pode indicar essa maturação do mercado de segurança nativa de nuvem, à medida que as organizações encontram soluções mais confiáveis e abrangentes que atendam às suas necessidades.” 

A tendência apontada pelo Gartner também beneficia a Palo Alto Networks, que apresentou um novo módulo CI/CD Security (Continuous Integration/Continuous Deployment), que consiste numa solução integrada para garantir segurança em todo o processo de desenvolvimento, implantação e manutenção de aplicativos. O recurso é parte integrante da plataforma CNAPP do Prisma Cloud, oferecendo uma abordagem contínua e automatizada para a segurança no pipeline de entrega de software. 

A plataforma proporciona uma série de recursos para a segurança do código, incluindo varredura de segredos, análise de composição de software e infraestrutura, permitindo que as organizações otimizem a segurança em todas as etapas do desenvolvimento de software. A integração dessas funcionalidades oferece uma supervisão abrangente e holística, algo que seria difícil de alcançar com soluções isoladas. 

O que é integração contínua 

A Integração Contínua (CI) é um processo em que os desenvolvedores trabalham em partes separadas do aplicativo e depois combinam o código para formar o aplicativo completo, verificando automaticamente se o código está funcionando corretamente. A Implantação Contínua (CD) é o momento em que o aplicativo é enviado para servidores ou dispositivos, tornando-o disponível para os usuários, com automação para garantir uma implantação rápida e livre de problemas. 

Ao implementar o módulo CI/CD Security, as organizações ganham confiança na eliminação de ameaças e vulnerabilidades antes que os aplicativos cheguem aos ambientes de produção. 

Com a plataforma da Palo Alto Networks, a empresa defende que as organizações recebem uma abrangente solução em nuvem que auxilia a enfrentar os desafios da transformação digital, permitindo um nível mais elevado de segurança e confiabilidade em todo o ciclo de vida do desenvolvimento de software. 

FONTE: IP NEWS

POSTS RELACIONADOS