Departamento de Ensino Superior do Colorado atingido por violação massiva de dados

Views: 124
0 0
Read Time:1 Minute, 38 Second

Em 4 de agosto, o Departamento de Ensino Superior do Colorado (CDHE) soube que um ator autorizado havia acessado seus sistemas em um incidente de ransomware ocorrido entre 11 e 19 de junho. A gangue desconhecida copiou dados privados e confidenciais, incluindo, entre outros, , nomes, números de CPF e números de identificação do aluno.

Essa violação afeta potencialmente um grande grupo demográfico de indivíduos, incluindo aqueles que frequentaram uma faculdade ou universidade pública no Colorado entre 2007 e 2020, ou uma escola pública de ensino médio entre 2004 e 2020; aqueles que possuíam uma licença educacional K-12 do Colorado entre 2010 e 2014; aqueles que participaram do Programa Estadual de Assistência à Mensalidade para Dependentes de 2009 e 2013; aqueles que participaram das Iniciativas de Educação de Adultos do Departamento de Educação do Colorado entre 2013 e 2017; e aqueles que receberam um GED no Colorado entre 2007 e 2011.

De acordo com um “Aviso de Incidente de Dados” publicado no site do CDHE, uma revisão dos registros afetados está em andamento e o CDHE notificará aqueles que foram afetados assim que estiver concluído. O CDHE está revisando suas políticas e procedimentos e está fornecendo aos afetados serviços de monitoramento de crédito e proteção contra roubo de identidade pelos próximos dois anos, embora os indivíduos precisem se inscrever diretamente.

O CDHE não compartilhou quantas pessoas foram afetadas ou quem eram os agentes da ameaça, embora tenha protegido sua rede e trabalhado para restaurar seus sistemas às operações normais, além de pagar pelos dados a serem  excluídos  . 

“ Mantenha-se vigilante contra incidentes de roubo de identidade e fraude”,  afirma o comunicado do CDHE . “Os indivíduos devem revisar os extratos de conta e monitorar os relatórios de crédito gratuitos para detectar atividades suspeitas e erros. O CDHE incentiva os indivíduos afetados a se inscreverem nos serviços de monitoramento de crédito por meio da Experian.”

FONTE: DARKREADING

POSTS RELACIONADOS