Ciberataques globais 8% sobem no 2T23; no Brasil, índice foi de 7%

Views: 138
0 0
Read Time:2 Minute, 45 Second

Levantamento da CPR aponta crescimento ainda maiores em regiões da APAC e da Europa 

De acordo com levantamento da Check Point Research (CPR), o segundo trimestre de 2023 registrou um aumento de 8% nos ataques cibernéticos semanais globais, com as organizações enfrentando uma média de 1.258 ataques por semana. O Brasil seguiu a tendência com um aumento de 7% no índice, com as organizações no país tendo sido atacadas 1.645 vezes semanalmente, em comparação ao mesmo período de 2022. 

Embora o impacto da guerra entre Rússia e Ucrânia no cenário cibernético tenha sido relativamente reduzido nos últimos meses, o cenário de ameaças voltou a um estado de “normalidade”. Esse novo normal é caracterizado por um aumento nos ataques cibernéticos, pois este relatório da CPR revela o uso de novas táticas evasivas, ataques frequentes baseados em hacktivismo e uma enxurrada diária de ransomware direcionado a várias organizações. 

Nos últimos meses, os pesquisadores da Check Point Software relataram a descoberta de um APT (Ameaça Persistente Avançada) baseado na China que visava entidades governamentais, um malware oculto que foi detectado por trás de aplicativos de aparência legítima. 

Eles também descobriram uma nova versão da espionagem chinesa que foi propagada por dispositivos USB e detecção de implantes de firmware maliciosos descobertos em roteadores de Internet. Além disso, os cibercriminosos aproveitaram a mais recente revolução da inteligência artificial e plataformas de bate-papo generativas baseadas em IA, como o ChatGPT4. 

Ataques globais por setor 

No segundo trimestre de 2023, o setor de Educação/Pesquisa experimentou o maior número de ataques, com média de 2.179 ataques por organização por semana, marcando uma queda de 6% em relação ao segundo trimestre de 2022. 

Já o setor Governo/Militar foi o segundo mais visado com uma média de 1.772 ataques por semana, indicando um aumento de 9% em relação ao ano anterior. O setor de Saúde segue em terceiro e de perto com uma média de 1.744 ataques por semana, refletindo um aumento significativo de 30% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

Ataques gerais por região 

No segundo trimestre de 2023, a região da África teve o maior número médio de ataques cibernéticos semanais por organização, registrando 2.164 ataques, indicando um significante aumento de 23% em comparação com o segundo trimestre de 2022. A região da Ásia-Pacífico (APAC) também experimentou um aumento substancial de 22% ano a ano na média de ataques semanais por organização, atingindo uma média de 2.046 ataques por organização. Já a América Latina teve uma média de 1.745 ataques semanais por organização, registrando crescimento de 9%, seguindo a tendência da média global e do Brasil. 

Em relação aos ataques de ransomware durante o segundo trimestre de 2023, as regiões APAC e Europa observaram um aumento significativo ano a ano em ataques por organização com índices de 29% e 21% respectivamente. A América Latina, por outro lado, teve um decréscimo de -12%. 

Os dados globais dos ataques de ransomware mostram que aproximadamente uma em cada 44 organizações em todo o mundo sofreu um ataque de ransomware semanalmente. Isso representa um decréscimo de 9% em relação ao mesmo período de 2022, quando uma em cada 40 organizações sofreu tais ataques.   

FONTE: IP NEWS

POSTS RELACIONADOS