65% dos brasileiros não sabem reconhecer se um site é legítimo

Views: 171
0 0
Read Time:2 Minute, 59 Second

Pesquisa da Kaspersky mostra que a maioria dos internautas checam se estão ou não no site correto antes de inserir suas informações.

Foto: Canva

Foto: Canva

Apesar de 71% dos brasileiros relatarem conferir se um site é legítimo antes de preenchê-lo com seus dados pessoais, 65% afirmam não saber comprovar se uma página online é verdadeira. Os resultados são do relatório da Kaspersky “Impressões Digitais e sua relação com as pessoas e as empresas”. A população precisa estar preparada para verificar se uma página na web é verdadeira antes de expor suas credenciais. Confira abaixo como.

Por mais que as pessoas estejam atentas para não se tornarem vítimas de cibercrimes, 3 em cada 10 brasileiros foram vítimas de golpes ou tentativas de fraude em 2022. Isso porque golpistas estão aprimorando suas técnicas de persuasão com sites cada vez mais próximos aos originais, layouts semelhantes e URLs que podem parecer verídicas.

Para evitar fraudes e verificar as páginas on-line, a maioria dos brasileiros entrevistados na pesquisa da Kaspersky disse conferir o nome da empresa e o serviço por sites de busca (64%), enquanto outros verificam pela própria URL se o site coincide com o nome da empresa (48%), baixam o app pela loja oficial (44%) ou analisam o conteúdo da página, para buscar indícios de fraude (38%). Entretanto, a maioria deles (65%) admitiu não saber comprovar se a página web era legítima.

Aprenda a desconfiar

“A frase que sempre utilizo para falarmos de golpes on-line: quando a esmola é demais, o santo desconfia. É muito pouco provável que um site irá fazer uma super oferta dessa forma sem a devida divulgação ou até fora de épocas comemorativas. Ainda assim, nesses períodos, é necessária muita atenção aos cliques e aos dados que você está fornecendo. Caso apareça uma boa promoção de um site aparentemente confiável, verifique se o domínio é confiável ou não em nosso serviço gratuito do OpenTIP. É possível evitar um golpe com atenção e paciência antes de perder uma “promoção””, comenta Fabio Assolini, diretor da Equipe Global de Pesquisa e Análise da Kaspersky para a América Latina.

Foto: Divulgação

Para evitar se tornar uma vítima de golpes, os especialistas da Kaspersky recomendam:

  • Baixe apenas programas de fontes oficiais e pegue um breve intervalo para ler a descrição do programa, com informações sobre quem o desenvolveu e as avaliações de outras pessoas que já baixaram ele. Isso já irá evitar bastante que algum app malicioso seja instalado, porém isso não evita 100% dos casos.
  • No momento da instalação, leia as notificações com atenção, principalmente as permissões que o programa solicita. Exemplo, se uma calculadora gratuita pedir para acessar histórico de navegação e contatos, desconfie! Esses dados não são necessários para fazer cálculos, portanto a intensão real dos criadores do app é obter dados pessoais.
  • Fique atento a páginas falsas que visam roubar informações pessoais e financeiras. Para isso, leia com atenção o endereço da página. Caso haja erros de ortografia ou o nome do site não tenha relação com o nome da empresa/serviço que você quer acessar, desconfie e faça uma rápida busca para confirmar se o endereço está correto. Em hipótese alguma ingresse seus dados antes da checagem.Para uma navegação tranquila e segura, tenha uma solução de segurança instalada em todos os dispositivos, inclusive no celular, como o Kaspersky Premium. Além de bloquear qualquer acesso a sites fraudulentos, ela também irá bloquear tentativas de instalação de app maliciosos.

A pesquisa completa “Impressões Digitais e sua relação com as pessoas e as empresas” pode ser encontrada aqui.

FONTE: IT SECTION

POSTS RELACIONADOS