O que é segurança centrada em dados?

Views: 174
0 0
Read Time:7 Minute, 12 Second

Por Anastasios Arampatzis

Os dados são o sangue vital das organizações. Eles impulsionam a tomada de decisões, fomentam a inovação e sustentam as operações comerciais. No entanto, essa riqueza de dados está dispersa em várias plataformas de nuvem, tornando-se um alvo atrativo para criminosos cibernéticos e tornando obsoletas as abordagens tradicionais de proteção de dados. É aqui que a segurança centrada em dados entra em cena. Este artigo explora o conceito de segurança centrada em dados, por que as empresas precisam dela e os benefícios que ela oferece.

Compreensão da segurança centrada em dados

A segurança centrada em dados é uma abordagem abrangente para proteger dados sensíveis, concentrando-se nos próprios dados, em vez da rede ou perímetro. Ela gira em torno da proteção dos dados ao longo de seu ciclo de vida, garantindo que, mesmo se os limites de segurança forem violados, os dados permaneçam seguros.

A segurança centrada em dados compreende vários componentes e princípios-chave, incluindo:

Descoberta e classificação de dados: Identificar e categorizar dados com base em sua sensibilidade é o primeiro passo para protegê-los. Ao saber quais dados são mais críticos, você pode alocar recursos e medidas de proteção adequadamente.

Controles de acesso e permissões: Controles de acesso refinados e permissões baseadas em funções são essenciais para restringir o acesso aos dados a usuários e funções autorizadas, reduzindo o risco de exposição de dados.

Criptografia: Criptografar dados em repouso e em trânsito adiciona uma camada extra de proteção, tornando os dados inacessíveis a pessoas não autorizadas.

Monitoramento de atividades: Capacidades de monitoramento de atividades em tempo real e auditoria ajudam a detectar padrões incomuns de acesso ou transferência de dados, permitindo uma resposta imediata a possíveis incidentes de segurança.

Resposta a incidentes e mitigação: Uma resposta eficaz a incidentes é crucial em caso de violação ou acesso não autorizado, permitindo a rápida identificação do problema e a mitigação de qualquer dano.

Por que as empresas precisam de segurança centrada em dados

A quantidade de dados utilizados pelas organizações para operações do dia a dia está aumentando rapidamente. A importância de adotar uma abordagem centrada em dados para a proteção de dados pode ser resumida em três razões principais:

A segurança tradicional é insuficiente: Empresas utilizam vários ambientes de nuvem, e dados sensíveis, como informações pessoais ou propriedade intelectual, são migrados e espalhados por essas plataformas, expandindo a superfície de ataque. Vulnerabilidades de dados tornam-se cada vez mais comuns quando os limites de rede são difíceis de definir em um ambiente de trabalho híbrido. Aplicar salvaguardas diretamente aos dados é necessário para criar mais barreiras que repelem a distribuição não autorizada de dados. A segurança centrada em dados protege os dados contra todos os tipos de ameaças, como ataques externos ou funcionários negligentes.

Aplicar controles de acesso granulares: A segurança centrada em dados é uma abordagem vital para proteger seus dados de forma dinâmica. Ela permite ter mais flexibilidade na gestão de sistemas e redes, fornecendo controles de acesso refinados, mais eficazes do que os controles de acesso tradicionais. Esse framework é especialmente crítico em cenários nos quais nem todos os usuários devem ter acesso a todos os dados dentro de seus departamentos.

Integrar-se ao conjunto de tecnologias existentes: A segurança centrada em dados é uma maneira eficaz de proteger os dados de uma empresa contra ameaças cibernéticas. Pode ser adicionada à infraestrutura existente sem interromper as operações normais ou exigir mudanças drásticas. Isso permite que as empresas melhorem gradualmente suas medidas de segurança, liberando recursos para outros fins.

Benefícios da segurança centrada em dados

À medida que os dados se tornam cada vez mais valiosos como vantagem competitiva, as organizações aumentaram seus gastos em cibersegurança. Investir em controles de segurança centrados em dados oferece muitos benefícios, que estão detalhados abaixo.

Redução dos custos de proteção de dados: Ao focar nos dados em si, a segurança centrada em dados reduz, em última instância, o potencial de custosos vazamentos de dados. Muitos relatórios destacam que os dados são o principal alvo dos atacantes e que o custo de uma violação de dados aumenta anualmente. Além disso, ela pode reduzir o custo de manter a conformidade, o que muitas vezes requer a atualização de equipamentos, sistemas e sua tecnologia subjacente.

Força de trabalho remota segura: As mudanças tecnológicas e a necessidade de atender às tendências de trabalho flexível aceleraram a adoção de uma força de trabalho híbrida. No entanto, a proliferação de pontos finais remotos fora do perímetro corporativo tradicional aumentou drasticamente os riscos de segurança aos dados. Adotar uma solução centrada em dados que protege os dados onde quer que eles estejam reduz os riscos destacados pelo trabalho remoto.

Melhoria na segurança no nível do arquivo: Garantir a segurança dos dados não se trata mais apenas de focar na infraestrutura. Com a mudança para a segurança centrada em dados, há uma maior ênfase na segurança de arquivos individuais. Essa abordagem permite um melhor rastreamento, armazenamento e proteção de dados. Além disso, a segurança no nível do arquivo permite a implementação de mecanismos robustos de criptografia, juntamente com controles de acesso e aplicação de políticas fortes. Ao priorizar a segurança de documentos, torna-se mais fácil gerenciar o acesso do usuário a recursos e controlar o que eles podem acessar e quando.

Segurança de dados independente de plataforma: A segurança centrada em dados ajuda as organizações a evitar depender de sistemas ou dispositivos específicos. Em vez de confiar em uma plataforma específica, as organizações podem construir práticas sólidas de cibersegurança que oferecem flexibilidade na gestão de dados, especialmente em suas cadeias de suprimentos. Isso é crucial, pois, enquanto a infraestrutura de segurança pode fortalecer um sistema, também pode criar uma situação em que a segurança se torne o objetivo final, em vez de ser o meio para proteger os dados valiosos de uma organização. As soluções centradas em dados também reduzem os riscos de silos de dados e minimizam danos em caso de falha sistêmica.

Como criar um modelo de segurança centrada em dados

Criar um modelo de segurança centrada em dados genuíno requer a adoção de uma estratégia de defesa em profundidade que envolva dados em camadas sucessivas de segurança. A defesa em profundidade fornece redundâncias suficientes que atuam como barreiras de complexidade crescente de uma camada de segurança para a próxima.

Descoberta e classificação de dados: Para construir um modelo centrado em dados abrangente, o primeiro passo é inventariar os dados de sua organização em seu ecossistema. É essencial saber onde seus dados estão localizados e como estão armazenados antes de implementar quaisquer medidas de segurança. Em seguida, classifique corretamente esses dados para entender seu valor e priorizar o nível de proteção que merecem. Os administradores de segurança podem então implantar medidas precisas de proteção para cada categoria de dados.

Gerenciamento de identidade e acesso (IAM): O gerenciamento de identidade e acesso desempenha um papel crítico ao fornecer uma segurança centrada em dados robusta. Um IAM robusto permite que apenas usuários autorizados acessem dados sensíveis de acordo com o princípio do menor privilégio, proporcionando controles eficazes para evitar qualquer exposição não autorizada a informações sensíveis.

Governança de dados: Para ser verdadeiramente eficaz, a segurança centrada em dados deve aderir a regulamentações específicas da indústria e governamentais, incluindo mandatos nacionais e internacionais, como GDPR ou HIPAA. A governança de dados é crucial para cumprir essas regulamentações, e as organizações devem conduzir periodicamente avaliações de risco para garantir que estejam mantendo a conformidade.

Prevenção de perda de dados (DLP): Uma das melhores maneiras de abordar a segurança centrada em dados é incorporar uma solução de prevenção de perda de dados que atenda às necessidades de proteção de dados da empresa. A DLP destaca-se na prevenção de dados de chegarem às mãos erradas ou serem expostos a acessos não autorizados, detectando e prevenindo comprometimentos de dados provenientes de violações, vazamentos e exfiltrações.

Conclusão

A segurança centrada em dados é uma abordagem vital para proteger dados sensíveis em um mundo cada vez mais interconectado. Ela não apenas protege seus ativos críticos, mas também auxilia na conformidade, proteção de propriedade intelectual e redução do impacto de violações de dados. Ao seguir as diretrizes para selecionar ferramentas e soluções de segurança centradas em dados, as organizações podem fortalecer suas defesas de dados e manter uma forte vantagem competitiva no cenário digital atual.

Invista em medidas de segurança centradas em dados para proteger o ativo mais valioso de sua organização: seus dados.

Esse artigo tem informações retiradas do blog da At&T. A Neotel é parceira da AT&T e, para mais informações sobre as soluções e serviços da empresa, entre em contato com a gente.

POSTS RELACIONADOS