Como garantir segurança ao oferecer cotação de seguro online

Views: 109
0 0
Read Time:4 Minute, 2 Second

A cotação de seguro online leva apenas alguns minutos, mas esses podem ser suficientes para colocar os dados em risco. Não deixe que isso aconteça no seu site. Veja como!

A tecnologia fez com que muitas empresas passassem a vender online, assim conseguem atingir um público maior. Se por um lado existem vantagens em oferecer a cotação de seguro online, por outro a segurança preocupa.

Os clientes querem saber como seus dados serão usados, se estão seguros e se não terão problemas devido a compra. Além de conseguirem obter cotação com as melhores seguradoras e mais confiáveis, buscam proteção das informações.

Para garantir essa segurança ao oferecer a cotação de seguro online, existem diversas medidas que podem ser adotadas, entre elas:

1. Ter certificado SSL/HTTPS

Esses certificados garantem mais segurança ao site. Eles fazem com que a troca de informações entre o navegador e o usuário seja criptografada.

Essa é uma maneira de adicionar uma barreira de proteção extra, pois os dados não ficam vulneráveis ao serem inseridos. Muitos dos serviços de hospedagem já contam com esse recursos e se ele estiver disponível deve ser utilizado.

Os certificados estão passando a ser uma exigência obrigatória para quem utiliza os serviços online. Afinal, é possível saber que com ele existe uma preocupação menor com a segurança.

Existem selos que certificam a segurança oferecida pelo site. Exponha eles para que as pessoas tomem conhecimento.

2. Faça backup da cotação de seguro online e das informações

Por uma falha no funcionamento do sistema ou se houver um ataque, as informações podem ser perdidas. O ideal é fazer backups regulares para que os dados fiquem salvos em mais de um local. Dessa forma eles serão recuperados com facilidade em momentos críticos.

Além disso, ter essas informações passa segurança aos clientes. Imagine que foi solicitada uma cotação de seguro online e não foi dado um retorno. Isso só acontece se não tiver um backup. Tendo os dados salvos basta recuperar e enviar a proposta para posteriormente finalizar a venda.

3. Crie uma política de privacidade

Ter uma política de privacidade é importante para que sua empresa saiba quais regras devem ser seguidas. Ela acaba orientando na tomada de decisões quando o assunto é segurança e privacidade.

A política deve ser apresentada para quem está buscando por uma cotação de seguro online. Ele ajudará a pessoa a entender como os seus dados são utilizados, de que maneira são armazenados e outros.

É importante deixar claro que as informações são apenas para finalidade da cotação e que não serão expostas de forma indevida. Isso transmite tranquilidade para que a pessoa cote no seu site.

4. Proteja o domínio do site

Para ter a segurança desejada é preciso pensar um pouco além do site. A plataforma na qual faz a gestão dele também deve estar protegida.

Além de escolher uma boa plataforma é preciso que você adote alguns cuidados. A senha deve ser forte, ou seja, tem que ser difícil de adivinhar, de preferência ter letras, números e caracteres especiais.

A manutenção do site deve ser restrita a poucos funcionários, dessa forma a senha não será exposta e o vazamento de informações é dificultado.

5. Mantenha a comunicação com os clientes

Se comunicar com os clientes que desejam fazer a cotação de seguro online é essencial. Ter um canal para tirar dúvidas como um chat ou redes sociais ajuda para que ele faça o pedido.

Esses mesmos canais podem ser usados se houver algum problema com o site. Por exemplo, uma tentativa de invasão ou falsos e-mails enviados em nome da empresa.

É preciso divulgar esses problemas para que as pessoas tenham ciência e não caiam em golpes. Por exemplo, um site clonado o seu pode usar os dados indevidamente das pessoas e elas acabarão pensando que foi o seu.

6. Tenha um formulário enxuto

Para que possa fazer a cotação de seguro online, o consumidor precisa preencher um formulário. Sem ele não tem como oferecer esse tipo de serviço.

Entretanto é preciso ter atenção aos dados solicitados. Lembre-se que a finalidade é passar informações sobre o serviço.

Peça apenas informações essenciais como nome da pessoa, contato, tipo de serviço solicitado e finalidade de uso. Com as informações essenciais é possível gerar uma proposta.

Se tiver um formulário muito longo ou que solicite elementos desnecessários gerará desconfiança em que preenche. Sem falar que a política de privacidade determina de que forma eles serão utilizados. Então, nada de tentar combinar dados para gerar proposta com os de marketing.

A cotação de seguro online é uma facilidade para os clientes, mas só é utilizada quando passa confiança. Por isso, invista em segurança e deixe evidente quais medidas foram tomadas. Dessa forma, as pessoas não terão receio de pedir orçamentos usando o seu site.

AUTORA: Jeniffer Elaina, especialista em seguros no site SeguroAuto.org.

Previous post Ataque cibernético à Cruz Vermelha compromete dados de mais de meio milhão de pessoas em situação de vulnerabilidade
Next post Banco Central informa vazamento de dados de 160 mil chaves do Pix em banco

Deixe um comentário