Ciberataques a empresas e pessoas crescem 23% no Brasil nos oito primeiros meses de 2021

Views: 117
0 0
Read Time:1 Minute, 8 Second

Os dados levam em conta os 20 malwares mais populares do momento, que totalizaram 481 milhões de tentativas de infecção, uma média de 1.395 bloqueios por minuto

De acordo com o relatório anual “Panorama de Ameaças 2021”, divulgado pela Kaspersky, o número de ciberataques contra empresas e pessoas cresceu praticamente em toda a América Latina. No Brasil, os casos aumentaram 23% nos oito primeiros meses de 2021 em comparação com o ano anterior. Os dados levam em conta os 20 malwares mais populares do momento, que totalizaram 481 milhões de tentativas de infecção, uma média de 1.395 bloqueios por minuto.

Entre os fatores apontados pelo estudo está a pirataria e a fragilidade da segurança no trabalho remoto. Para Giovani Pacifico, diretor de produtos e vendas da Zyxel Brasil, as empresas não tiveram tempo de preparar os equipamentos e os colaboradores para a mudança repentina no regime de trabalho causada pela pandemia, o que prejudicou consideravelmente a questão da segurança digital.

“Estamos em um momento em que investir em segurança é primordial para empresas de qualquer porte, principalmente pelo aumento de ataques a dispositivos móveis. É indiscutível que o home office aumenta o risco de exposição, então é preciso que os cuidados com a proteção sejam redobrados. É necessário estudar caso a caso para apontar a melhor solução”, comenta o executivo.

FONTE: SECURITY REPORT

Previous post Tendências que moldarão o setor de segurança em 2022
Next post CISOs veem suas empresas sem resiliência cibernética

Deixe um comentário