O que é um projeto integrador e qual sua importância para o surgimento de novas tecnologias?

Views: 109
0 0
Read Time:3 Minute, 44 Second

Ano após ano é possível observarmos o surgimento de novas tecnologias que, até poucas décadas atrás, pareciam conceitos inimagináveis, saídos de filmes de ficção científica. Por exemplo, anos atrás, quem diria que os táxis se tornaram obsoletos e que uma tecnologia chamada blockchain pode mediar transferências de dados digitais?

A resposta é: pouquíssimas pessoas, e destas pessoas, a maior parte já estava em contato com o mundo da tecnologia, com desenvolvimento de novas possibilidades e ideias inovadoras. Destaca-se que ainda é importante saber como é feita uma boa história para enbasar um projeto integrador.

Contudo, a maior parte da população mundial, anos atrás, não conseguiria sequer descrever o que é um sistema de blockchain ou como são realizadas transações financeiras digitais.

Isso ocorre, principalmente, pois a cibersegurança e o desenvolvimento de novas tecnologias são áreas extremamente integradas e multidisciplinares.

Para desenvolver um novo modelo de smartphone, por exemplo, é necessário que se tenha uma grande equipe que domine:

  1. Computação
  2. Elétrica
  3. Engenharia
  4. Design
  5. Segurança digital
  6. Desenvolvimento de sistemas

Logo, é possível ver que a concepção de novas tecnologias depende de diversos fatores e áreas distintas do conhecimento, o que mostra a importância da multidisciplinaridade e da integração de disciplinas em ambientes acadêmicos.

Além disso, a presença de um projeto integrador em sala de aula, que busque a interdisciplinaridade, pode contribuir com o desenvolvimento de uma visão de mundo crítica.

O que é e como desenvolver um projeto integrador?

Primeiramente, antes de averiguarmos como exatamente este tipo de projeto pode ser responsável pela concepção e pelo desenvolvimento de novas tecnologias, é importante entendermos o que exatamente define um projeto integrador e o objetivo para o qual o projeto integrador em questão foi designado.

De acordo com o blog Mettzer, especializado em educação e no desenvolvimento de projetos acadêmicos, o projeto integrador nada mais é do que um trabalho que busca sistematizar os conhecimentos dos estudantes de maneira integrada e prática.

Ou seja, o projeto integrador possui um caráter extremamente prático, para o desenvolvimento de algo, não apenas como uma revisão ou análise de algo já desenvolvido.

Portanto, é possível ver através do próprio caráter dos projetos integradores o papel que eles possuem na concepção de novas ideias, tecnologias e projetos.

De maneira simplificada, os objetivos centrais do projeto integrador são:

  1. Contextualizar e articular conhecimentos práticos
  2. Desenvolver a capacidade de tomada de decisões e resolução de problemas
  3. Desenvolver a relação entre diferentes temas vistos no curso
  4. Estimular a visão crítica dos estudantes
  5. Promover o desenvolvimento de conhecimentos coletivos
  6. Parte de uma situação-problema

Todas estas competências exploradas na elaboração de um projeto integrado contribuem com a formação de um profissional criativo, que certamente irá trazer novidades e soluções não pensadas previamente.

Quais são as tendências tecnológicas para o ano seguinte?

Agora que vimos como os projetos integrados possuem relação com o surgimento de novos materiais, propostas, métodos e tecnologias, é hora de vermos algumas tendências tecnológicas para o ano de 2022, que certamente serão atingidas através de projetos integrados.

Uma das tecnologias mais comentadas nos anos atuais, ainda mais depois do surgimento da Alexa, são os comandos por voz.

Os comandos por voz são responsáveis por agilizar transações digitais, busca por websites e diversas outras pesquisas, visto que cada vez mais o mundo digital está presente na vida das pessoas, seja no formato de trabalho, compras ou entretenimento e lazer.

Outra tendência extremamente comentada no meio tecnológico são os chatbots inteligentes. Os chatbots são aquelas pequenas janelas de chat que aparecem, oferecendo auxílios e soluções, geralmente ao entrar em sites de compras.

O desenvolvimento e a otimização deste tipo de IA pode ser capaz de auxiliar diversas pessoas em atendimentos personalizados através do uso de algoritmos.

Por fim, é essencial ressaltarmos que ano após ano, o uso de Inteligências Artificiais, ou IA está sendo cada vez mais empregado e difundido ao redor do mundo.

A plataforma Consumidor Moderno, voltada para novidades tecnológicas e novas tendências, afirma que os gastos com IA chegarão a praticamente 110 bilhões de dólares até 2024, o que representa um aumento de 100% em contraste com 2020.

Privacidade e cibersegurança

Com o avanço de novas tecnologias, desde tecnologias que permitem e possibilitam transações financeiras digitais até os comandos por voz, a segurança digital de várias pessoas, empresas e órgãos se torna ameaçada, principalmente devido à atuação de usuários mal intencionados na rede.

Logo, é essencial também que ao longo dos anos os investimentos na área de cibersegurança e segurança da informação sejam mais robustos conforme outras tecnologias avançam, visando proteger a integridade de dados sigilosos.

Previous post ‘Hackers’ invadem site da Câmara Municipal do Rio
Next post O que a sua diretoria sabe e pensa sobre ransomware?

Deixe um comentário