Como se prevenir de ataques virtuais ao usar equipamentos alugados de TI

Views: 69
0 0
Read Time:2 Minute, 30 Second

Por Dácio Castelo Branco

O aumento dos ataques virtuais fez a cibersegurança tornar-se uma preocupação em todos os segmentos de atuação das empresas, principalmente nos setores que apresentam maior crescimento econômico. Entre eles, se destacam os computadores alugados, que se não passarem por um processo de configuração completo, podem ser grandes riscos para as empresas.

Segundo a IDC Brasil, comparado ao ano anterior, houve uma alta de 2,6% em 2020 nos computadores destinados à companhias que prestam serviços de locação de dispositivos de Tecnologia da Informação. Diante disso, a empresa de aluguel de equipamentos de TI, a Aluga.com, consultou a especialista Pedrita Miranda, IT Leader do Instituto Daryus de Ensino Superior Paulista, para esclarecer dúvidas sobre medidas de segurança da informação.

Para a especialista, existem alguns cuidados importantes pensando em segurança que devem ser seguidos: “Para começar é crucial escolher uma empresa séria, confiável, que ofereça serviços que de fato sejam adequados às suas necessidades, junto com um suporte e equipamentos de qualidade, são pontos de sucesso.”

Para Miranda, alguns pontos são importantes também para uma boa segurança: “Um equipamento seguro do ponto de vista de componentes técnicos, deve contar com um bom antivírus, melhor ainda se falarmos dos que identificam prontamente ameaças de dia zero, ou seja, sem a necessidade de ter conhecimento prévio padrão do vírus ou do código malicioso, e possua controles como de firewalls”, complementa Miranda.

Por fim, Miranda destaca que um fator fundamental quando o assunto é segurança de equipamentos e dados é o próprio colaborador que o utiliza. Portanto, é de extrema importância que a equipe seja treinada e conscientizada sobre suas responsabilidades para garantir a sua segurança e a proteção de dados da empresa, compartilhados com o colaborador.

Suporte é responsabilidade do locador

O Aluga.com é uma das principais soluções de aluguel de equipamentos de TI no Brasil. (Imagem: Reprodução/Aluga.com)

A Aluga.com afirma que é de responsabilidade do locador dar suporte à empresa que está alugando o equipamento. As informações devem ser bem esclarecidas e acordadas entre cliente e fornecedor. Para isso, o locador deve sempre ter contratos que sejam claros e descrevam os serviços oferecidos, contendo direitos e deveres de ambos.

Já a empresa que optar pelo aluguel de equipamentos deve ter em mente qual o perfil de configuração dos dispositivos é necessário para os colaboradores. É importante ter contato direto com o locador e o manter informado, caso ocorram mudanças nas políticas internas da companhia, para que a máquina continue correspondendo as demandas necessárias.

Por fim, a proteção dos dados é outra medida importante de segurança que parte do locador. Ricardo Marcelino, fundador da Aluga.com explica como esse processo é adotado na empresa: “Temos total preocupação com o equipamento que recebemos ao fim de um contrato de locação. Quando um notebook volta para o nosso estoque, por exemplo, apagamos completamente o conteúdo dentro do HDs e SSDs usando ferramentas que emitem um certificado ao fim da formatação completa de determinado produto.”

FONTE: CANALTECH

Previous post Cibersegurança: veja as principais tendências para 2022
Next post Microsoft bloqueia 42 sites usados por grupo de hackers chineses

Deixe um comentário