Endpoints: o que são e como protegê-los?

Views: 121
0 0
Read Time:2 Minute, 7 Second

Por RAY SANTOS

Medidas simples de segurança são fundamentais para proteger dados e informações confidenciais

Crédito: iStock

Você já ouviu falar sobre endpoint? Muito falado hoje em dia, o endpoint é literalmente o “ponto de extremidade” na área de Tecnologia da Informação para definir os pontos de comunicação para acessar uma aplicação. Em termos gerais, trata-se de um notebook, um smartphone, um tablet ou ainda dispositivos que estão ligados à “internet das coisas”. Por serem muitas vezes usados de maneira pessoal, para acessar redes sociais, e-mails, etc., o endpoint pode estar totalmente suscetível a ataques de hackers maliciosos para roubar dados. E, quando levados ao ambiente corporativo, a segurança dos endpoints deve ser ainda maior para impedir o vazamento de dados ou informações confidenciais de um negócio.

Com a pandemia de COVID-19, muitas empresas adotaram o modelo de trabalho home office, que requer uma proteção ainda maior. Isso porque a internet que será acessada pelos endpoints virá de uma conexão doméstica, sem qualquer tipo de controle da empresa sobre a questão dos dispositivos de rede. Com esse afastamento do firewall corporativo e a descentralização dos endpoints, os dispositivos podem ficar mais vulneráveis – com mais facilidade para invadir endpoints, cibercriminosos podem conseguir hackear informações importantes e, muitas vezes, causar imensos prejuízos a empresas. E é aí que entra o endpoint security.

Endpoint security: o que é?

Basicamente, um endpoint security significa exatamente o que o nome propõe: a segurança de um endpoint, por meio de serviços de cibersegurança, como antivírus e filtragem de e-mails, para evitar links maliciosos. É um mecanismo fundamental para proteger empresas, propriedades intelectuais, além de proteger dados pessoais e corporativos, consequentemente protegendo a situação cadastral do CNPJ das empresas. Com um endpoint security, os ataques cibernéticos como malware, ransomware e phishing devem passar longe dos dispositivos.

Na prática, um endpoint security bloqueia o acesso a sites e conteúdos que podem conter malwares ou que sejam um perigo em potencial. Os custos para manter uma boa segurança dos endpoints são relativamente baixos: na maioria das vezes, você só precisa comprar uma assinatura para instalar o software nos dispositivos do seu negócio.

E, se você pensa que os principais alvos são empresas de grande porte, está enganado(a): o principal alvo de cibercriminosos são pequenas e médias empresas, pois sabem que muitas vezes a preocupação com a segurança dos endpoints é menor nesses casos. É por isso que, independentemente do tamanho da sua empresa, a segurança dos endpoints é essencial!

FONTE: JORNAL DIA A DIA

Previous post Hackers estão invadindo contas na nuvem para minerar criptomoedas
Next post Reino Unido quer proibir credencial default em IoT

Deixe um comentário