SBT é alvo de ataque cibernético e dados de funcionários vazam

Views: 22
0 0
Read Time:1 Minute, 25 Second

A emissora SBT foi alvo indireto de um ataque cibernético. Segundo a empresa de comunicação, o banco de dados de uma prestadora de serviços foi invadido há dois meses e informações sensíveis dos colaboradores — e ex-funcionários — da emissora foram vazados. Entre os dados estão nome, CPF e endereço.

Com o ocorrido, a emissora enviou cartas a todos os colaboradores para avisar sobre o ataque. “Em setembro de 2021, fomos informados pelo nosso prestador de serviço sobre um incidente de segurança que envolveu dados pessoais dos nossos colaboradores. Ao sermos informados desse fato, em conjunto com o prestador de serviço, tomamos todas as medidas legais e operacionais em relação ao incidente, para a proteção dos dados dos titulares envolvidos”, disse o SBT em comunicado.

“As informações estão associadas à identificação de colaboradores, agregados e dependentes, tais como: nome, CPF, data de nascimento, endereço, dentre outros dados.”

Segurança reforçada

Na carta enviada aos profissionais afetados, a emissora pede que todos fiquem atentos a qualquer atividade suspeita em aplicativos, redes sociais e dispositivos. Também foi criado um telefone 0800 e um endereço de e-mail para que os colaboradores tirem suas dúvidas sobre o caso.

Vale ressaltar que o SBT não revelou quantas pessoas foram afetadas pelo vazamento. A segurança dos servidores, no entanto, foi reforçada, segundo a emissora. “Todas as medidas de segurança necessárias ao fortalecimento da nossa estrutura de governança e segurança da informação continuam sendo reiteradas para maior proteção de seus dados pessoais”.

Este não é o primeiro caso de problema de segurança recente envolvendo uma grande marca compartilhando dados com empresas terceirizadas. Neste mês, o aplicativo iFood sofreu um ataque causado por acesso indevido de um colaborador externo.

FONTE: TECMUNDO

Previous post Verificação da realidade: Sua higiene de segurança é pior do que você pensa que é
Next post CPF, email e mais: servidores públicos tiveram 16 mil dados vazados em 2021

Deixe um comentário