SolarWinds processada por negligência em segurança

Views: 81
0 0
Read Time:1 Minute, 15 Second

Ação entrou dia 4 de novembro e processa não só a companhia mas vários diretores e ex-diretores por negligência com a segurança dos servidores

Dois fundos de pensão que investiram em ações da SolarWinds estão processando a administração da empresa. De acordo com os dados que constam do processo, a direção da SolarWinds sabia dos riscos cibernéticos antes mesmo da invasão descoberta em dezembro de 2020, mas não tomou nenhuma providência, o que gerou vulnerabilidades em milhares de sistemas de clientes da SolarWinds. O processo indica como réus os nomes de vários diretores atuais e ex-diretores, além da própria companhia.

Um porta-voz da SolarWinds disse que a empresa não comentaria sobre o processo, mas observou que ela está focada em “aprofundar” os relacionamentos com os clientes e “discutir abertamente as iniciativas de Secure by Design ao mesmo tempo em que se esforça para definir o padrão para o desenvolvimento de software seguro”.

De acordo com os investidores, liderados pelo fundo de aposentadoria do Missouri, o conselho de diretores da SolarWinds não implementou procedimentos para monitorar riscos de segurança cibernética, como exigir que a administração relate esses riscos regularmente. Os demandantes estão exigindo que a empresa pague indenizações e reformule as políticas de supervisão de segurança cibernética.

O processo mencionado é o resultado mais recente de uma invasão sofrida pela SolarWinds, que deu aos invasores acesso aos dados de milhares de empresas e agências governamentais que utilizam soluções dela.

Com agências de notícias internacioinais

FONTE: CISO ADVISOR

Previous post Ex-chefe da CISA convoca conselhos e executivos se unem à luta contra o ransomware
Next post EUA darão US$ 10 mi a quem ajudar prender gangue DarkSide

Deixe um comentário