Resgates pagos em ataques de ransomware sobem 82% no 1º semestre de 2021

Views: 213
0 0
Read Time:1 Minute, 8 Second

Segundo relatório da Unit 42 da Palo Alto, valores recordes indicam que mais criminosos estão investindo nesse tipo de golpe

ransomware, resgate
Foto: Shutterstock

Os pagamentos médios feitos por empresas atingidas por ataques de ransomware no mundo subiram 82%, alcançando valor recorde de US$ 570 mil no primeiro semestre de 2021. Segundo a Unit 42, grupo de inteligência em cibersegurança atrelada à Palo
Alto Networks
, isso se deve às táticas cada vez mais agressivas usadas pelos criminosos para coagir organizações a pagar mais.

O pagamento médio em 2020 também registrou aumento de 171%, para mais de US$ 312 mil. Segundo a organização, os números mostram o que já se percebia no mercado: os ataques de ransomware estão se intensificando no mundo conforme os cibercriminosos investem em ataques do tipo.

E há ainda um agravante: golpes de “extorsão quádrupla” estão se tornando mais comuns. Neles os operadores de ransomware usam até quatro técnicas para pressionar as vítimas a pagarem resgate pelos seus dados e sistemas sequestrados, incluindo criptografia, roubo de dados, ataques DDoS e ameaças diretas.

Segundo a Unit 42, “embora seja raro para uma organização ser vítima de todas as quatro técnicas”, foram identificadas mais gangues de ransomware se envolverem em abordagens adicionais quando as vítimas não pagam após terem os dados criptografados e roubados.

FONTE: CIO

Previous post Diavol: novo ransomware pode ser de grupo bem conhecido
Next post A Tokio Marine do Japão é a mais recente seguradora a ser vitimada por ransomware

Deixe um comentário