Hospital no Indiana teve de rejeitar ambulâncias devido a ataque de ransomware

Views: 51
0 0
Read Time:1 Minute, 19 Second

Um hospital no estado de Indiana, nos EUA, foi forçado a redirecionar as ambulâncias para outros hospitais na região devido a um ataque de ransomware nos sistemas internos do mesmo.

O hospital “Eskenazi Health”, no estado do Indiana, é um dos vários centros de saúde que tem vindo a ser alvo de ataques de ransomware desde que a pandemia começou a afetar em força várias regiões. Apesar de alguns grupos de hackers afirmarem não atacar hospitais, outros não seguem a mesma ideologia, e tentam atacar os hospitais por terem uma maior elevada possibilidade de que o pagamento seja feito.

De acordo com o portal Daily Beast, depois de o ataque ter sido identificado, o hospital viu-se forçado a ter de rejeitar algumas das ambulâncias que se encontravam destinadas para o mesmo, além de ter de enviar também alguns pacientes para outros centros hospitalares.

Os sistemas terão sido gravemente afetados, e várias secções do hospital tiveram de ser encerradas enquanto a recuperação dos conteúdos estaria a ser feita – bem como para prevenir afetar outras zonas do mesmo.

Em comunicado, o hospital afirma que os dados dos pacientes se encontram seguros, mas que os sistemas internos foram gravemente afetados e, portanto, tiveram de ser encerrados. Isto afeta o normal funcionamento dos diferentes departamentos.

Até ao momento o processo de recuperação dos sistemas ainda se encontra a ser realizado, sem previsões de quando a normalidade será restabelecida. No entanto, será improvável que o hospital venha a realizar as exigências dos atacantes a nível de pagamentos para recuperar o acesso aos conteúdos bloqueados.

FONTE: TUGATECH

Previous post 22% dos dados à venda vazaram há mais de três anos
Next post Hackers hackearam servidores Gigabyte, criptografaram dados e exigem resgate

Deixe um comentário