Empresa Protege foi alvo de ataque e sequestro de dados

Views: 145
0 0
Read Time:1 Minute, 16 Second

Uma das empresas mais conceituadas no mercado de transporte de valores, a Protege foi alvo de ataque de hacker que usaram o ransomware para sequestrar dados da empresa.

A confirmação do ataque foi dada pela corporação à coluna Tilt, empresa de comunicação do Grupo UOL neste domingo (1º/08). Segundo a Protege, não houve comprometimento dos sistemas da empresa.

Ataques por meio do ransomware

Médias e grandes empresas estão sofrendo ataques de grupos hackers em vários países por meio do ransomware, um vírus que, após ser instalado nos computadores, fazem o backup dos dados e os protege com criptografia para que fiquem inacessíveis, liberados apenas após pagamento de resgate, na maioria das vezes valores milionários.

O caso mais recente de grandes empresas que sofreram ataques foi a JBS, distribuidora de produtos processados para o consumo humano. Para ter seus dados liberados, a empresa teve que pagar RS$ 11 milhões.

Grandes empresas afetadas

Uma fornecedora de combustível nos EUA também teve seus dados de sistema hackeados pelo ransomware, o que afetou milhares de consumidores americanos. O valor pago pela gigante de petróleo Colonial para ter acesso aos dados sequestrados foi de RS$ 5 milhões.

Para evitar riscos de ataques como o vírus ransomware, é recomendável um programa de proteção de dados robusto por parte da empresa, dividindo servidores por áreas da corporação e treinamento a equipe sobre os potenciais riscos corporativos, incluindo acesso a sites, e-mails e outros serviços online.

Izaías Sousa

FONTE: REVISTA SEGURANÇA

Previous post Hackers tiram do ar sistema de vacinação contra a Covid-19 na Itália
Next post Agência de cibersegurança francesa confirma 2 jornalistas hackeados pelo software Pegasus

Deixe um comentário