Ataques de ransomware geram milhões

Views: 120
0 0
Read Time:1 Minute, 43 Second

Nos últimos 20 meses o mundo acompanha atento notícias da pandemia. Além do efeito cascata por ela agravado, como a fome mundial e a crise econômica, os holofotes da mídia sempre são surpreendidos por hackers e seus ataques cada vez mais sofisticados, abrangentes e capazes de comprometer até a nação mais poderosa do planeta.

Recentemente, um ataque de ransomware interrompeu as operações do maior oleoduto americano por quase uma semana. Os efeitos foram devastadores e impactaram o abastecimento de combustível em todo o solo americano. A empresa Colonial Pipeline transporta dois milhões e meio de barris de combustível, por dia, na Costa Leste. No final os reféns ainda tiveram que desembolsar cerca milhões de dólares para o grupo hacker. Mas como acontece uma coisa assim?

Os ataques de ransomware persistem no mundo todo e cada vez mais são ameaças que avançam quanto às estratégias elaboradas. Ano passado esse termo apareceu com mais frequência e é um excelente empreendimento para hackers, pois esta tática antes incomum se tornou o procedimento operacional padrão por um bom motivo: vale a pena. Ransomware é um tipo de software malicioso que emprega criptografia para manter os dados da vítima em resgate. O hacker usa o ataque para criptografar as informações essenciais de um usuário ou organização para que eles não possam acessar arquivos, bancos de dados ou aplicativos. Um resgate é então exigido para fornecer o acesso novamente. É uma ameaça crescente, que gera bilhões de dólares em pagamentos para criminosos cibernéticos e causa danos e despesas significativas para empresas e organizações governamentais.

Todo país tem uma conduta quando o assunto é a defesa cibernética. Lá nos EUA, por exemplo, o combinado é não pagar pelo resgate de dados. O problema é quando a norma estabelecida não é seguida. Há pouco tempo aconteceu um ataque semelhante à Toshiba, mas com um desfecho diferente, pois o vazamento de dados foi detectado rapidamente e uma quantidade mínima foi obtida pelos invasores. Conheça o Terra Antivírus e se defenda dos ataques dentro e fora de casa. Fique Seguro.

FONTE: TERRA

Previous post Seus dados estão seguros na internet?
Next post Diversas empresas afetadas por ciberataque ‘sofisticado’ nos EUA

Deixe um comentário