7 Erros Comuns Que O Fazem Ser Hackeado

Views: 109
0 0
Read Time:3 Minute, 51 Second

Todos sabemos que a internet é um local pouco seguro. É certo que já não é o faroeste sem lei, como no início do século, mas nem toda a regulação do setor ou os avanços na tecnologia de segurança eliminou por completo todos os riscos. Por isso, de forma a garantir a privacidade online é fundamental adotar sempre uma postura sensata, responsável e inteligente.

No entanto, por mais avisados que estejamos, acabamos sempre por baixar a guarda a determinado momento. E, na maioria das vezes, repetimos erros básicos, que são tão comuns que nem sequer pensamos neles. E é nessa altura que os piratas informáticos aproveitam para hacker o nosso computador ou as nossas contas. Para o ajudar a estar alerta identificamos de seguida 7 erros muito comuns que todos os usuários na internet fazem.

1. NÃO UTILIZAR ANTÍ-VÍRUS OU FIREWALLS

As ferramentas digitais de proteção, como os anti-vírus e as firewalls, tornaram-se tão comuns e normalizadas que a maioria dos usuários deixou de acreditar nelas. E, com isso, deixou inclusive de as utilizar. Hoje em dia são poucos os usuários que têm a máquina protegida para navegarem na internet. E isso é um erro de principiante. Além disso, existem cada vez mais programas deste género disponíveis no mercado e até alguns gratuitos. Por exemplo, aqui pode encontrar os melhores anti-vírus grátis para Windows, de forma a proteger-se a si e à sua informação de ataques exteriores. Lembre-se que é na prevenção que está o ganho.

2. UTILIZAR A MESMA PASSWORD PARA TUDO

É certo que temos passowrds para tudo e mais alguma coisa. Para acessar o correio electrónico, para entrar nas redes sociais ou para utilizar o Netflix ou o Spotify. Por isso, muitas vezes facilitamos e passamos a utilizar a mesma pass para todos estes serviços. Um erro muito crasso, de principiante, que faz com que sejamos hackeados facilmente. É fácil entender qual é o perigo aqui. Imagine que alguém consegue decifrar uma das suas palavras-passe. De repente, tudo o resto fica seriamente comprometido.

3. UTILIZAR PASSWORDS FRACAS

Este erro é uma espécie de complemento do anterior. Tão mau ou pior de repetir a mesma password para serviços diferentes é utilizar uma palavra-passe fraca. É fácil cair na tentação de usar uma combinação muito simples, que seja fácil memorizar, mas os testes mostram que passwords fracas são muito simples de quebrar. Assim, procure sempre optar por passes longas, que combinem diferentes tipos de caracteres e, de preferência, que tenham maiúsculas e minúsculas intercaladas.

4. IGNORAR OS UPDATES DO COMPUTADOR

Sim, é verdade e reconhecemos isso: os updates constantes e regulares do computador podem ser bastante irritantes. No entanto, ignora-los sistematicamente é quase lançar um convite aos hackers e piratas informáticos para que entrem na nossa máquina. As atualizações servem precisamente para irem adaptando o software a novas formas de ataque, tornando-os mais sólidos. Por isso, ao ignora-los, está-se a colocar a jeito. E, além disso, depois admira-se que o seu computador fique mais lento.

5. UTILIZAR WI-FI PÚBLICAS PARA EFETUAR OPERAÇÕES SENSÍVEIS

A democratização das redes wi-fi veio possibilitar que passássemos a estar conectados quase em permanência. No entanto, há que ter a noção de que estas redes são super-frágeis e deixam a sua máquina completamente à mercê de piratas informáticos. Aliás, estes, como sabem disto, procuram sobretudo estas redes para atacarem. Assim, deve evitar utilizar conexões wi-fi para efetuar operações sensíveis ou para partilhar dados importantes.

6. DEIXAR O COMPUTADOR DESBLOQUEADO EM PÚBLICO

Este é um erro de principiante que bate quase todos os outros. Deixar o computador num lugar público sem estar bloqueado é uma das piores coisas que pode fazer em termos de segurança e privacidade. Não só fica à mercê de partidas maliciosas de colegas, como pode estar a comprometer seriamente a sua informação pessoa. Lembre-se que bastam poucos segundos sem estar perto do seu computador para este ser hackeado.

7. UTILIZAR DRIVES USB ALEATÓRIAS NO SEU COMPUTADOR

As pendrives USB são dispositivos muito úteis e eficazes para transportar e transferir ficheiros e informação, mas é preciso ter cuidado ao utiliza-las. Não deve nunca colocar no seu computador dispositivos USB que não conhece. É uma prática comum dos hackers deixarem pendrives em locais públicos, infetadas com programas trojan, que ao ser colocada na sua máquina espoleta um software malicioso que vai comprometer a sua informação. Assim, se encontrar um dispositivo abandonado, não caia na tentação de ver o que ele contém. Isso pode ser a sua perdição.

FONTE: TRICURIOSO

Previous post Raspagem de dados em redes sociais: entenda técnica e por que hackers utilizam
Next post Governo Federal começa a testar reconhecimento facial em aeroportos

Deixe um comentário