EUA recuperam US$ 2,3 milhões pagos a hackers depois de ataque a oleoduto

Views: 67
0 0
Read Time:1 Minute, 46 Second

Anúncio do Departamento de Justiça

Montante foi pago em criptomoeda

Hackers de grupo chamado DarkSide

Reservatório da Colonial Pipeline, nos EUA. Empresa pagou quase US$ 5 milhões a hackers para ajudar a restaurar a operação do oleodutoReprodução Colonial Pipeline via Twitter

Autoridades norte-americanas anunciaram nesta 2ª feira (7.jun.2021) a recuperação de US$ 2,3 milhões em criptomoedas que foram pagas pela empresa Colonial Pipeline como resgate a um grupo de hackers responsável pelo ataque ao maior oleoduto dos Estados Unidos.

O anúncio foi feito pelo Departamento de Justiça do país. Os investigadores apreenderam 63,7 Bitcoins do pagamento original de cerca de 75 Bitcoin.

Segundo o FBI, os hackers estão ligados a um grupo chamado DarkSide, que é especializado em extorsão digital. A agência diz acreditar que os criminosos estão no leste europeu.

“Seguir o dinheiro continua sendo uma das ferramentas mais básicas, embora poderosas, que temos”, disse a procuradora-geral adjunta Lisa O. Monaco, em comunicado do órgão.

“Os pagamentos de resgate são o combustível que impulsiona o mecanismo de extorsão digital, e o anúncio de hoje demonstra que os Estados Unidos usarão todas as ferramentas disponíveis para tornar esses ataques mais caros e menos lucrativos para empresas criminosas. Continuaremos a direcionar todo o ecossistema de ransomware para interromper e deter esses ataques. Os anúncios de hoje também demonstram o valor da notificação antecipada às autoridades policiais; agradecemos a Colonial Pipeline por notificar rapidamente o FBI quando souberam que eram alvos do DarkSide”, declarou.

Ransomware é um tipo de malware que bloqueia os arquivos da vítima. O FBI desencoraja as organizações a pagarem resgate a hackers, dizendo que não há garantia de que cumprirão as promessas de desbloquear arquivos.

O oleoduto ficou paralisado por 6 dias devido ao ataque, e voltou a operar no dia 13 de maio. A suspensão do serviço levou à escassez de combustíveis na região Sudeste dos EUA.

A Colonial Pipeline pagou quase US$ 5 milhões a hackers do Leste Europeu em 7 de maio para ajudar a restaurar a operação do oleoduto.

FONTE: PODER 360

Previous post 2% dos aplicativos mais lucrativos da Apple são golpes que renderam US$ 48 milhões
Next post Polícia Federal prende hackers que atacaram sistemas do STF

Deixe um comentário