Prêmio de seguro cibernético subiu até 30%

Views: 90
0 0
Read Time:2 Minute, 18 Second

Secretaria de contabilidade dos EUA, detectou alta súbita e íngreme no valor das apólices para seguro cibernético

O Government Accountability Office (GAO), secretaria de contabilidade do governo dos EUA, detectou uma alta súbita e íngreme no valor das apólices para seguro cibernético – em certos casos de até 30% no final de 2020. As causas são as mais óbvias. No relatório “Seguro cibernético: Seguradoras e segurados enfrentam desafios em um mercado em evolução”, publicado no último dia 20, o órgão alerta para o s fatos de que “a crescente frequência e gravidade dos ataques cibernéticos levou mais clientes de seguros a optar pela cobertura cibernética – de 26% em 2016 para 47% em 2020. Outras tendências importantes no seguro cibernético incluem limites de cobertura mais baixos em setores de alto risco e prêmios crescentes”.

Tanto as seguradoras quanto os clientes enfrentam desafios. Por exemplo, diz o GAO, “o desenvolvimento de produtos de seguro cibernético pode ser difícil porque as seguradoras não têm muitos dados históricos sobre custos relacionados a ataques cibernéticos. Determinar o que é coberto pode ser difícil para os clientes porque termos-chave como “ciberterrorismo” não têm definições padrão”.

Para realizar este trabalho, o GAO analisou dados do setor sobre apólices de seguro cibernético; revisou relatórios sobre risco cibernético e seguro cibernético de pesquisadores, ‘think tanks’ e a indústria de seguros; e entrevistou funcionários do Tesouro dos EUA. O GAO também entrevistou representantes de duas associações do setor que representam provedores de seguro cibernético, uma organização que fornece serviços de interpretação de apólices para seguradoras e um grande fornecedor de seguro cibernético.

As principais tendências no mercado atual de seguro cibernético são as seguintes:

  • Aumento da aceitação. Dados de um corretor de seguros global indicam que a taxa de adesão de seus clientes (proporção de clientes existentes que optam pela cobertura) para seguro cibernético aumentou de 26% em 2016 para 47% em 2020.
  • Aumentos de preços. Fontes da indústria disseram que os preços mais altos coincidiram com o aumento da demanda e custos mais altos das seguradoras devido a ataques cibernéticos mais frequentes e graves. Em uma pesquisa recente com corretores de seguros, mais da metade dos clientes dos entrevistados viu os preços subirem de 10 a 30% no final de 2020.
  • Limites de cobertura mais baixos. Representantes da indústria disseram ao GAO que o número crescente de ataques cibernéticos levou as seguradoras a reduzir os limites de cobertura para alguns setores da indústria, como saúde e educação.
  • Políticas específicas do Cyber. As seguradoras oferecem cada vez mais apólices específicas para riscos cibernéticos, em vez de incluir esse risco em pacotes com outras coberturas. Essa mudança reflete um desejo por mais clareza sobre o que é coberto e por limites de cobertura específicos do ciberespaço mais elevados.

FONTE: CISO ADVISOR

Previous post Contratos públicos, LGPD e Segurança Digital
Next post Huawei: cibersegurança também envolve arquitetura e operação, e não só equipamentos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *