Grupo de hackers estava pronto para fraudar novo Auxílio Emergencial

Views: 63
0 0
Read Time:2 Minute, 50 Second

De acordo com informações da própria Polícia Federal (PF) um grupo de jovens hackers se especializou em fraudar o Auxílio Emergencial

por Aécio de Paula

Um grupo de jovens hackers está neste momento na mira da Polícia Federal (PF). De acordo com informações dos próprios agentes, esses jovens roubaram uma grande quantia em dinheiro do Auxílio do ano passado. E eles já estavam prontos para fazer isso novamente nesta nova rodada de pagamentos.

De acordo com informações da PF, esse grupo de jovens morava no interior do estado de São Paulo. O líder deles era João Vitor Ribeiro, de apenas 19 anos de cidade. Ele era da cidade de Tatuí. João Vitor chegou a ser preso na última semana em um hotel de luxo na capital paulista.

Os policiais disseram que esse grupo costumava se hospedar com frequência nesses hotéis de luxo. Mas a ideia deles não era ter uma vida de luxo neste momento. Eles só queriam usar as redes de internet destes locais. Assim, eles esperavam conseguir enganar a polícia.

Os policiais disseram que o grupo era muito sofisticado, apesar de jovem. Eles desenvolveram um programa do zero. Esse programa conseguia burlar os sistemas do Ministério da Cidadania. De modo que eles acabavam recebendo o direito de ter as parcelas do novo benefício.

Para isso, eles acabavam roubando dados de terceiros e usando no sistema do Governo Federal. No ano passado, o Governo pagou parcelas do Auxílio no valor de R$ 600. A partir do último mês de setembro, esse valor caiu para R$ 300. Em janeiro, o Governo já não pagava mais. Por isso, se imagina que eles já se preparavam para fazer o mesmo esquema nestes novos pagamentos que já estão acontecendo.

Além do hacker

Mas os hackers do interior do São Paulo estão longe de serem as únicas dores de cabeça do Ministério da Cidadania neste momento. De acordo com uma reportagem do programa da TV Globo, Fantástico, até pessoas que estão sendo procuradas pela polícia estão podendo receber o novo Auxílio.

De acordo com informações do veículo de imprensa, ao menos 270 foragidos estão com esse direito. Parte da população se revoltou com esta notícia. Em nota, o Ministério da Cidadania disse que trabalha durante o dia a noite para tentar resolver esses problemas o quanto antes.

Com fraude ou sem fraude, o fato mesmo é que os pagamentos do novo Auxílio Emergencial já começaram. As primeiras quantias para os informais que nasceram no mês de janeiro começaram a sair ainda no último dia 6 de abril deste ano. Os beneficiários do Bolsa Família também já começaram a receber.

Segurança

O Governo Federal está apostando tudo em um maior nível de segurança durante os pagamentos do novo Auxílio Emergencial este ano. Por isso, a ordem do momento é tentar evitar ao máximo os golpes no Auxílio Emergencial este ano no Brasil.

Há algumas semanas, até a Caixa Econômica Federal entrou nesse esquema. O banco decidiu colocar em prática uma atualização do seu app do Caixa Tem. A partir de agora, eles os usuários precisam enviar a fotografia dos documentos. É um maneira de aumentar a segurança da conta.

Quem não atualizou o app até agora, não precisa preocupar. Ninguém vai perder o Auxílio Emergencial por isso. Mas quem atualizou certamente tem menos chances de ser vítima de criminosos, como esses do interior de São Paulo.

FONTE: NOTÍCIAS CONCURSOS

Previous post Basecamp e Slack estão sendo usados por criminosos para distribuir malware
Next post Cibersegurança: uma questão estratégica para o crescimento de empresas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *