Segurança no modelo SaaS está em alta no modelo marketplace

Views: 134
0 0
Read Time:2 Minute, 41 Second

Com nova integração, empresa expande ainda mais as ofertas de segurança adaptável no segmento de nuvem

A Fortinet ampliou sua presença no marketplace da Oracle Cloud Infrastructure (OCI) ao disponibilizar segurança no modelo SaaS para a nuvem corporativa de próxima geração da Oracle.

Com isso, a empresa expande ainda mais as ofertas de segurança adaptável no segmento de nuvem, permitindo que as corporações que utilizam a OCI para hospedar suas aplicações web e ERP incluam a segurança da Fortinet na mesma infraestrutura de nuvem de suas aplicações.

“Já oferecíamos o modelo IaaS na OCI, mas agora as organizações podem aproveitar os benefícios de uma aplicação web SaaS nativa da nuvem. Como a solução é entregue na mesma infraestrutura de hospedagem da aplicação, a solução minimiza a latência, maximiza o desempenho, reduz custos de largura de banda e simplifica o ambiente regulatório, evitando possíveis complicações que o uso de um WAF as a Service externo pode trazer”, explica Rafael Venancio, gerente de Negócios em Cloud para o Brasil e América Latina da Fortinet.

A integração com a OCI está disponível por meio da solução FortiWeb Cloud WAF que, com machine learning, mitigação de bot, proteção de API e recursos de CDN (Rede de Distribuição de Conteúdo) integrados, protege as aplicações implantadas na Oracle Cloud, permitindo que as equipes de DevOps aproveitem ao máximo a agilidade da nuvem pública e disfrutem de uma segurança de aplicações web com recursos completos e implementação com configuração e gerenciamento mínimos.

Alguns dos principais benefícios do uso do FortiWeb Cloud WAF as a Service incluem:

• Proteção de aplicações web usando centros de inspeção WAF implantados na mesma infraestrutura de nuvem em que a aplicação reside, o que reduz a complexidade, minimiza a latência e simplifica a conformidade regulatória.

• Remoção do atrito de segurança que pode desacelerar a implantação de aplicações, tornando mais fácil para as equipes de DevOps e DevSecOps adotar uma solução de segurança robusta, permitindo-lhes manter o foco na entrega de valor comercial. E como o sistema é fácil de implantar, usar e gerenciar, as equipes de segurança também podem se concentrar em tarefas de maior valor, enquanto suas aplicações são protegidas contra ameaças conhecidas e de dia zero – sem adicionar sobrecarga excessiva.

• Processo de integração simplificado. Como uma solução SaaS, não há infraestrutura para implantar, configurar ou gerenciar. O FortiWeb Cloud WAF também inclui uma configuração padrão simplificada pronta para uso, com acesso a configurações avançadas para clientes que precisam delas. E, aproveitando a elasticidade da nuvem pública, pode ser implantado em minutos – o que significa que está pronto para funcionar quando as alterações de DNS que redirecionam o tráfego para o WAF forem propagadas.

• Utilização de Machine Learning (ML)/ Inteligência Artificial (IA) para aprender dinamicamente cada aplicação com base na análise de tráfego ao vivo. Usando um modelo continuamente atualizado do comportamento de sua aplicação no mundo real como linha de base, a solução detecta o comportamento anômalo que requer uma inspeção mais profunda. Usando ML/IA, o FortiWeb personaliza uma defesa única para proteger cada aplicativo específico, bloqueando ameaças enquanto minimiza os falsos positivos que geram sobrecarga administrativa e que podem interferir na experiência do usuário final.

FONTE: SECURITY REPORT

Previous post Ransomwares usam e-mails com phishing para atacar empresas
Next post Apple lança atualização do iOS para corrigir falha grave de segurança

Deixe um comentário