Fraudes financeiras crescem 650% com uso maior de banco online e e-commerce

Views: 108
0 0
Read Time:2 Minute, 11 Second

O ano de 2020 foi marcado por um enorme aumento das fraudes financeiras globalmente, impulsionado pela rápida adesão ao internet banking e ao comércio online, em decorrência da pandemia de covid-19, segundo o relatório de crimes financeiros divulgado pela Feedzai. A empresa de ciência de dados, especializada na detecção e prevenção ao risco de fraude financeira, comparou o volume de fraudes bancárias e crimes cibernéticos no quarto e no primeiro trimestre de 2020 com o último trimestre, período imediatamente anterior ao recrudescimento da pandemia.

O estudo descobriu que houve um aumento de 650% na aquisição de contas no quarto trimestre na comparação com os primeiros três meses do ano passado, com os fraudadores aproveitando o crescimento das contas online durante a crise. Os autores do relatório observam que a expansão das funções de banco online e pagamento em tempo real tornou mais fácil para os fraudadores transferir fundos ou comprar mercadorias com credenciais roubadas, uma vez que uma conta foi acessada.

Houve também um aumento de 250% nas tentativas de fraude em serviços bancários online detectados entre os dois períodos, impulsionado por um crescimento de 200% do uso de mobile banking. O lado positivo dessa mudança para o banco digital, se é possível dizer isso, é que houve uma redução nas fraudes em agências e por meio de telefones.

Como a demanda por mídia digital aumentou no ano passado após medidas de distanciamento social, incluindo e-books e streaming de música e filmes, as tentativas de ataques para realização de fraude por meio desses serviços aumentaram 78% desde janeiro de 2020 na América do Norte e na União Europeia.

Em relação à fraude de cartões, os pesquisadores constataram que houve uma queda de 48% devido à redução nos pagamentos presenciais com cartão, já que as compras em lojas físicas diminuíram durante a pandemia, com esse tipo de transação caindo 20%. Por outro lado, as transações online com cartão aumentaram 35% entre o primeiro e o quarto trimestre de 2020 — sem surpresa, as fraudes em razão desse aumento, aumentaram, representando 70% de todas as transações ilegais.

“2020 foi um ano de rápido crescimento no crime financeiro. Os fraudadores tentaram tirar proveito da convergência entre um ambiente digital de ritmo acelerado e uma nova onda de consumidores inexperientes para perpetrar uma infinidade de ataques que criaram um aumento significativo nas fraudes”, disse Jaime Ferreira, diretor sênior de ciência de dados global da Feedzai.

“As instituições financeiras precisam investir mais em tecnologias para proteger seus clientes enquanto desenvolvem abordagens educacionais. Tecnologia robusta e consumidores informados são uma combinação poderosa na luta contra o crime financeiro”, completou.

FONTE: CISO ADVISOR

Previous post Vulnerabilidade crítica é identificada no PJeOffice, software do Conselho Nacional de Justiça
Next post Multibilionária, indústria de ransomware chega a cobrar US$ 34 mi de resgate

Deixe um comentário