MP de Paris abre investigação após grande vazamento de dados privados sobre a saúde dos franceses

Views: 51
0 0
Read Time:1 Minute, 9 Second
Arquivo com informações de cerca de meio milhão de pessoas estava circulando na internet há vários dias.

Ministério Público de Paris anunciou, nesta quinta-feira (25), que abriu uma investigação judicial após um grande vazamento de dados médicos de cerca de 500 mil pessoas na França.

A seção de combate aos crimes cibernéticos busca os responsáveis pela divulgação dos nomes, endereços, telefones, e-mails e inscrição na segurança social (uma espécie de CPF).

Em alguns dos casos, há informações mais privadas sobre a situação de saúde dos pacientes, como o grupo sanguíneo, gravidez, tratamentos farmacológicos e doenças pré-existentes.

Os dados viriam de cerca de trinta laboratórios de biologia médica, situados principalmente no noroeste da França, noticiou o jornal “Libération”.

Segundo a publicação, eles correspondem a amostras tomadas entre 2015 e outubro de 2020 – período em que os laboratórios usaram um sistema de segurança falha.

Ataques a redes de hospitais

Recentemente, a França foi alvo de vários ataques de hackers. Em 8 e 15 de fevereiro, dois hospitais do país ficaram paralisados após duas invasões cibernéticas.

“Houve 27 ciberataques a hospitais em 2020 e desde o início de 2021, é um ataque por semana”, disse na semana passada o secretário de estado de Assuntos Digitais, Cédric O.

Este aumento levou o governo francês a aumentar seu orçamento para reforçar a segurança dessas instituições.

FONTE: G1

Previous post Hackers ‘sequestram’ Kia e exigem resgate milionário em bitcoins
Next post Uso de apps na nuvem por empresas cresce 20% e aumenta riscos de segurança

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *