Android: Aplicação com 10 milhões de instalações está a espalhar malware

Views: 140
0 0
Read Time:1 Minute, 52 Second

Play Store está recheada de aplicações uteis que satisfazem as necessidades de milhões de utilizadores de equipamentos Android. No entanto, nem sempre o que parece ser uma boa aplicação, é aquilo que realmente parece. É que recentemente foi descoberto que a famosa aplicação Barcode Scanner foi recheada de malware e está a causar algumas preocupações, já que até à bem pouco tempo, era uma aplicação fidedigna.

Tudo parece ter começado com uma atualização que chegou no inicio do passado mês de Dezembro. Muitos utilizadores começaram a notar, que do nada, o seu navegador abria sites carregados de publicidade, mesmo quando o utilizador simplesmente estava nas redes sociais, email, etc. A grande maioria das pessoas que se queixaram dessa situação, não instalaram qualquer nova aplicação, e todas as aplicações dos seus dispositivos tinham sido instaladas via Google Play Store.

No entanto, um utilizador conseguiu associar essa situação a uma atualização da famosa aplicação Barcode Scanner, que foi devidamente reportada à Google. Poucas horas depois de ter sido reportado, a Google removeu a aplicação da sua loja de aplicações, e até ao momento o seu programador não fez qualquer comentário sobre esse assunto.

Barcode Scanner

Barcode Scanner espalha malware em milhares de dispositivos Android

A maioria das aplicações gratuitas da Google Play, inclui algum tipo de publicidade no seu interior. Para isso, os programadores incluem um SDK de anúncios, no código da própria aplicação. Algo que habitualmente não acontece em versões premium. No entanto, neste caso em especifico, foi adicionado um código malicioso que não estava nas versões anteriores da aplicação. Além disso, o código adicionado usava ofuscação pesada para evitar a deteção por parte da Google, como tal, esta foi uma situação feita de forma propositada.

Ou seja, o programador esperou pacientemente para obter a confiança dos utilizadores, e da Google, e quando já possuía milhões de utilizadores, e de instalações, fez sair uma atualização para a aplicação que vinha recheada de um código malicioso.

Acontece que apesar da Google ter removido a aplicação da Play Store, a mesma continua instalada nos equipamentos dos utilizadores. Como tal, se tem a aplicação Barcode Scanner instalada no seu dispositivo, o melhor é mesmo desinstalar a mesma.

Joel Pinto

FONTE: NOTÍCIAS E TECNOLOGIA

Previous post Hacker rouba dados de 223 milhões de brasileiros e vende na Dark Web
Next post Ransomware of Things: como funciona um dos piores ciberataques?

Deixe um comentário