Hacker ‘black hat’: a operação que tirou do ar uma das maiores redes de crackers do mundo

Views: 187
0 0
Read Time:42 Second

Em uma operação conjunta realizada por vários países, a polícia apreendeu milhares de computadores que pertenciam a uma das mais perigosas redes internacionais de crackers (grosso modo, um tipo de hacker que usa seu conhecimento avançado para cometer crimes virtuais).

Trata-se da rede de bots (botnet) Emotet, uma dos mais importantes da última década e responsável pelo malware (programa malicioso) de mesmo nome.

Por meio de anexos de e-mail, a Emotet obteve acesso aos computadores das vítimas e depois os vendeu para criminosos que instalaram softwares maliciosos ainda mais perigosos.

Na operação, trabalharam forças policiais de vários países da União Europeia, além de Canadá, Estados Unidos, Reino Unido, Ucrânia, a Europol e Agência da União Europeia para a Cooperação Judiciária Criminal (Eurojust).

A Europol descreveu a Emotet como um dos principais “abridores” de sistemas informáticos do mundo.

FONTE: BBC

Previous post 33 milhões de servidores Microsoft RDP vulneráveis sob ataque de DDoS
Next post Vadokrist: conheça o malware bancário que ataca o Brasil

Deixe um comentário