Site adulto deixa vazar dados e senhas de 2 milhões de usuários

Views: 78
0 0
Read Time:1 Minute, 31 Second

Pesquisadores da CyberNews emitiram um alerta para os usuários do MyFreeCams, famoso site adulto de origem norte-americana. Criminosos cibernéticos usaram uma técnica conhecida como “injeção de SQL” para roubar dados de 2 milhões de internautas cadastrados na plataforma — e, para piorar, essa biblioteca já está sendo comercializada em fóruns específicos frequentados por outros golpistas virtuais.

s seguintes informações fazem parte da exposição: nome de usuário, endereço de e-mail, senha em texto simples e saldo de MFC Tokens na carteira digital do perfil. MFC Tokens é uma moeda virtual própria do MyFreeCams, utilizada para adquirir acesso premium a salas de bate-papo e sessões de vídeo com as modelos contratadas pelo serviço. Cada token equivale a, aproximadamente, US$ 0,05.

Quando vazamentos como esse acontecem, os perigos não residem apenas em contas e senhas violadas ou moedas virtuais roubadas. Violações como essa levantam sérios problemas de privacidade: a maioria dos usuários de sites como MyFreeCams prefere permanecer anônima, mas agora seus endereços de e-mail podem ser usados para revelá-los como membros”, comenta Mantas Sasnauskas, pesquisador da CyberNews.

“Não é difícil imaginar as implicações caso essas informações sejam usadas de forma maliciosa. Por exemplo, para extorquir e chantagear pessoas, vazar seus dados de usuário do site ou até mesmo simplesmente revelar o fato de que eles frequentam o site para suas famílias, empregadores ou o público em geral”, finaliza o executivo, que foi o responsável pela descoberta do vazamento.

Vale lembrar ainda que, pelo fato de que muitas contas possuem um saldo respeitável em MFC Tokens, esses perfis podem ser sequestrados e comercializados a preços módicos para quem simplesmente deseja usufruir do entretenimento adulto; desta forma, o criminoso lucra com a revenda das credenciais. A orientação é que todos os usuários do MyFreeCams troquem suas senhas o mais rápido possível.

FONTE: TNH1

Previous post Exclusivo: os detalhes do vazamento sobre 100 milhões de veículos no Brasil
Next post Segurança na nuvem: a responsabilidade também é do usuário

Deixe um comentário