Usuários do Google alertaram para possível violação de dados após paralisação global

Views: 97
0 0
Read Time:3 Minute, 2 Second

Os usuários do GMAIL foram avisados sobre uma possível violação de dados depois que os serviços do Google caíram para milhões de pessoas em todo o mundo.

O aviso veio do especialista em segurança, Will Geddes. Falando ao talkRADIO na segunda-feira, o CEO do International Corporate Protection Group disse que o Gmail – que tem mais de 1,5 bilhão de usuários globais – pode ter sido sabotado por hackers. Ele alegou que o “céu é o limite” para qualquer um se eles fossem capazes de hackear o serviço. Ele vem depois que os serviços do Google, incluindo YouTube, Google Meet, Hangouts, Google Maps, Google Docs, Google Drive e Google Calendar, ficaram offline em uma enorme paralisação na segunda-feira que durou cerca de 40 minutos.

Respondendo à paralisação, uma declaração do Google negou que o hacking tivesse qualquer papel a desempenhar. Dizia: “Hoje, (segunda-feira) às 3:47 AM PT O Google experimentou uma paralisação do sistema de autenticação por aproximadamente 45 minutos devido a um problema de cota de armazenamento interno. Os serviços que exigem que os usuários façam login experimentaram altas taxas de erro durante este período. O problema do sistema de autenticação foi resolvido às 4:32 AM PT. Todos os serviços estão agora restaurados. Pedimos desculpas a todos os afetados e realizaremos uma revisão completa para garantir que esse problema não possa se repetir no futuro.”

Mas falando depois da queda mundial, o senhor deputado Geddes esboçou os perigos que tal hacking teria para os usuários. Ele disse: “O céu é o limite em termos de quais dados eles poderiam ter roubado.

“Pode ser para baixar servidores de contas do Gmail, credenciais para fazer login e o conteúdo desses e-mails.

“Pode ser sabotagem tirar certas divisões ou organizações federais.

“Poderia ser para tentar extrair informações e, em seguida, mantê-la para resgate. Escolha, é o maior que pode acontecer.”

O apresentador Mike Graham perguntou ao especialista se ele acreditava que um ataque cibernético estava por trás do enorme acidente nos serviços do Google na segunda-feira.

Ele disse: “Sempre que algo assim acontece, estamos sendo atacados?

“Estamos sendo atacados por alguns hackers cibernéticos da Rússia ou da China?”

O especialista em segurança respondeu: “Isso parece ser potencialmente o caso. No momento, o que sabemos é bastante limitado além de ter havido ultrajes esporádicos como as pessoas têm chamado.

“Parece que o ataque foi inicialmente direcionado contra os EUA.

“Há vários departamentos e organizações federais dos EUA que também foram atacados.

“Então isso é bastante preocupante, este pode ser o 11 de setembro de ataques de hackers cibernéticos.

“Poderia ser possivelmente um ator estatal por trás disso.”

Desde então, o Google emitiu uma breve declaração sobre a paralisação, dizendo que estava “ciente do problema”.

Apesar das alegações do senhor deputado Geddes de que a gigante global da tecnologia diz que não foi um ataque cibernético, foi inteiramente um problema interno com a contabilidade de cotas para o sistema de autenticação.

Alguns serviços como as mensagens na fila do Gmail foram entregues depois que o sistema de autenticação voltou ao funcionamento normal.

Sugerindo a grande escala dos problemas, o Google confirmou que a “maioria” dos clientes não conseguiu acessar seus serviços web, incluindo Google Docs, Google Maps, Gmail e YouTube.

Um porta-voz disse que não conseguiu acessar seu e-mail durante a paralisação – mas não confirmou a causa do problema.

Os visitantes que tentavam visitar o site do YouTube foram recebidos com uma mensagem de erro que dizia: “Algo deu errado”.

Muitos usuários foram às redes sociais para desabafar sua fúria, com a gigante da tecnologia rapidamente na moda no Twitter.

FONTE: EXPRESS

Previous post PLEASE_READ_ME: O Ransomware oportunista que está devastando Servidores MySQL
Next post Twitter multado em meio milhão de dólares por violação de privacidade

Deixe um comentário