Mercado de inteligência de ameaças já vale US$ 10,9 bilhões

Views: 167
0 0
Read Time:1 Minute, 24 Second

Crescimento anual é de 8,2% e o faturamento em 2025 deverá alcançar um patamar de U$ 16, 1 bilhões

O mercado de inteligência de ameaças, representado por soluções como SIEM e analytics de segurança, por exemplo, está estimado hoje em US$ 10,9 bilhões. O mercado está muito aquecido e cresce a uma taxa de 8,2% ao ano, devendo alcançar um total de US$ 16,1 bilhões em 2025.

Os números estão sendo apresentados em um novo relatório de pesquisa de mercado da consultoria MarketsandMarkets. O relatório se chama “Threat Intelligence Market by Application”. O estudo examinou os segmentos de SIEM, security analytics, gerenciamento de vulnerabilidades e de segurança, gerenciamento de risco e compliance e de resposta a incidentes). Além da demanda natural do mercado, uma das razões para o crescimento, segundo o relatório, está no crescente financiamento de capital de risco e crescentes investimentos em empresas de inteligência de ameaças.

Em termos de aplicações, o relatório indica que o segmento de security analytics é o que deve registrar a maior taxa de crescimento durante o período analisado. Os principais fatores que impulsionam esse crescimento são a crescente demanda para descobrir padrões em ataques cibernéticos à infraestrutura de rede, e o foco crescente em manter a conformidade regulatória em todos os setores. Devido às complexidade cada vez maior das redes e às mudanças frequentes na infraestrutura, essa demanda continuará aumentando, diz o documento.

Os principais players desse mercado são IBM, Cisco, Trend Micro, McAfee, FireEye, VMware, AT&T, Check Point, DXC Technology, Mimecast, Infosys, Verizon, Secureworks, Proofpoint, CrowdStrike, Anomali, Webroot, Infoblox, NSFocus, LogPoint, Bitdefender, Imperva, Recorded Future e Sumo Logic.

FONTE: CISO ADVISOR

Previous post Twitter é primeira big tech americana multada pela nova lei de privacidade da UE
Next post Recuperação de desastres exige backup automatizado

Deixe um comentário