Novo estudo global da Cisco revela o que funciona nos programas de segurança digital

Views: 162
0 0
Read Time:2 Minute, 31 Second

A Cisco publicou hoje o seu novo estudo global de segurança 2021Security Outcomes Study, que traz insights para os profissionais decidirem onde concentrar seus esforços no próximo ano. A pesquisa foi avaliada de forma independente com 4.800 profissionais de segurança, TI e privacidade de 25 países e apresenta quais práticas específicas promovem maior segurança. Os resultados oferecem às equipes de segurança um caminho para melhor gerenciar riscos, habilitar os negócios e operar com eficiência.

A pesquisa revelou que a mudança é um fator primordial no sucesso da cibersegurança. Em média, programas que incluem uma estratégia proativa de atualização de tecnologia de ponta têm 12,7% mais chances de ter sucesso de segurança – o mais alto índice de qualquer prática. Infelizmente, nem todas as organizações têm orçamento ou experiência para fazer isso acontecer. Uma estratégia para migrar para soluções de segurança de nuvem e SaaS pode ajudar a fechar essa lacuna. As soluções por assinatura são acessíveis, fáceis de implantar e integrar, enquanto as atualizações automáticas garantem que a tecnologia seja continuamente modernizada sem custo ou esforço adicional.

Outras conclusões importantes do relatório:

• Uma tecnologia bem integrada é o segundo fator mais importante para o sucesso da cibersegurança. Tem um impacto positivo em quase todos os resultados avaliados, aumentando a probabilidade de sucesso global em uma média de 10,5%. Curiosamente, as integrações também beneficiam o recrutamento e retenção de talentos, pois as equipes de segurança querem trabalhar com a melhor tecnologia e evitar o burnout.

As empresas brasileiras também desejam trabalhar na melhoria da integração de tecnologia para um aumento de quase 30% no sucesso do programa.

• A integração também é o fator mais significativo no estabelecimento de uma cultura de segurança que toda a organização abraça. Em vez dos programas tradicionais de treinamento em segurança, que não se correlacionam com a cultura positiva, invista em tecnologia flexível e sem atritos.

• Como uma prática autônoma, simplesmente conhecer potenciais riscos cibernéticos parece correlacionar-se menos com o sucesso geral. Isso parece surpreendente, mas aponta para a importância de um programa abrangente de inteligência de ameaças e gerenciamento de incidentes com a capacidade de mitigar e remediar. De fato, práticas como resposta a incidentes oportunas e detecção precisa de ameaças se correlacionam muito mais fortemente com o sucesso geral da segurança.

As empresas brasileiras capazes de identificar com precisão seus principais riscos cibernéticos aumentaram seu sucesso em uma média de 17%.

“Os profissionais de segurança precisam tomar decisões rápidas e informadas. No entanto, eles frequentemente têm que lidar com dezenas de ferramentas de vários fornecedores. Isso cria complexidade, custo e sobrecarga”, disse Mike Hanley, diretor de segurança da informação da Cisco. “O Security Outcomes Study da Cisco ajuda as equipes a priorizar práticas que não só garantem o negócio, mas também desempenham um papel significativo na viabilização de seu crescimento e sucesso. Mesmo diante de um cenário de ameaças em constante mudança e orçamentos em declínio, resultados de segurança bem-sucedidos são possíveis.”

Para saber mais, veja o estudo em português.

FONTE: TI INSIDE

Previous post Microsoft Defender for Identity agora reconhece ataques via brecha ZeroLogon
Next post Pacotes npm maliciosos estavam instalando trojans de acesso remoto

Deixe um comentário