Hackers invadem emails de magistrados e servidores do TJSC

Views: 80
0 0
Read Time:1 Minute, 36 Second

Um fato curioso, insólito e preocupante atingiu em cheio a rotina do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). Hackers invadiram emails de magistrados e servidores, algo classicado como “ataques criminosos da maior gravidade” pelo comentarista Moacir Pereira, da Rádio Som Maior. “Estão sendo investigados pela diretoria de Tecnologia da Informação do Judiciário”, armou. “A invasão para a prática de crimes cibernéticos teria alcançado apenas endereços eletrônicos”, observou.

Os técnicos do TJSC estão reforçando as advertências aos integrantes do Judiciário catarinense. “Ocorre que na semana passada o Superior Tribunal de Justiça também foi invadido, no seu caso atingindo o conteúdo dos processos e todo o sistema”, lembrou. “Em mensagem aos integrantes do Judiciário, o núcleo registrou que chegou a denúncia de cibercrime e o modus operandi dos criminosos inclui uso de moeda virtual”, informou o TJSC. “O núcleo de inteligência do TJSC adverte para medidas preventivas, medidas oficiais e punição aos criminosos.

Os processos que tramitam no TJSC não foram atingidos. “Pelas primeiras informações, os hackers não entraram no sistema processual e administrativo-financeiro”, completou.

Eleições

Em seu comentário nesta terça-feira, 10, no Programa Adelor Lessa, Moacir Pereira tratou também de eleições. “A campanha eleitoral começa a ganhar mais corpo em alguns municípios. Alguns segmentos eleitorais passam a aderir em carreatas, bandeiraços, multiplicando contatos virtuais.
O coronavírus interferiu no corpo a corpo, impedindo contatos com eleitores. Trata-se de um novo problema”, observou. Para Moacir, os candidatos terão diculdades para ter acesso a determinadas demandas dos eleitores por conta dessa limitação física.

“Outro fenômeno que marca a disputa, os candidatos que escondem nomes dos seus apoiadores, ou que não usam as siglas, desgastadas. E o grupo que evita até a cor partidária”, analisou. “Em dezenas de municípios prevalece o nome do candidato, as coligações são sonegadas ou aparecem em letras minúsculas, ilegíveis”, emendou. “A expectativa pelos resultados aumenta pois nessa eleição não temos coligações nas proporcionais”, finalizou.

FONTE: 4OITO

Previous post Após invasão hacker, advogados veem riscos de chantagem e temem vazamento de processos do STJ
Next post Sistema da Unimed Vitória também é alvo de ataque hacker

Deixe um comentário