O especialista russo aponta quais smartphones são mais vulneráveis à vigilância

Views: 109
0 0
Read Time:1 Minute, 15 Second

De acordo com Anton Averin, vice-diretor do Instituto de Tecnologias da Informação da Universidade Synergy, se desejar e precisar, você pode rastrear quase qualquer smartphone, tanto usando utilitários padrão pré-instalados em dispositivos, quanto com a conexão de programas especializados e outras vulnerabilidades. Os alvos de vigilância mais populares são dispositivos Android.

“De acordo com as estatísticas mundiais para 2020, a participação dos dispositivos com o Sistema Operacional Android é de 70 a 71% e esse indicador permanece quase inalterado, já que quase todos os fabricantes de dispositivos móveis usam esse sistema operacional em seus smartphones. Os dispositivos Android são demandados entre os cibercriminosos devido à grande demanda, bem como às vulnerabilidades de disponibilidade”, observou o especialista.

Com dispositivos iOS, também, nem tudo é tão bom quanto parece. Embora a Apple adote seus produtos como um dos mais seguros, eles também têm acidentes. Por exemplo, há vazamentos periódicos de dados de usuários da “Nuvem”.

Averin acrescentou que quanto mais “buracos” no software e hardware, mais vulnerável o dispositivo é para os atacantes.

Além disso, recentemente, o chefe do Departamento de TI do desenvolvedor de software Reksoft, Yevgeny Chertok, chamou uma maneira de desativar a vigilância em um smartphone. Segundo ele, se você excluir uma série de aplicativos, você poderá desativar a vigilância por aqueles que coletam informações do usuário por padrão para fins publicitários. Ao mesmo tempo, o especialista ressaltou que não será possível excluir completamente a possibilidade de vigilância pelos serviços especiais.

FONTE: E HACKING NEWS

Previous post Hackers exigem US$ 11 milhões da Capcom após ataque de ransomware
Next post Gitpaste-12 Worm mira servidores Linux, dispositivos IoT

Deixe um comentário