Como hackear um celular remotamente

Views: 474
0 0
Read Time:5 Minute, 46 Second

Hackear um celular sem tocar fisicamente pode ser uma tarefa assustadora, mas possivelmente é feito. Na verdade, existem algumas maneiras de hackear um celular remotamente em 2020. Sempre que bem-sucedido, um hacker pode ter acesso a vários recursos dos hackeados, incluindo monitoramento de registros de chamadas e mensagens, atividades de visualização, gravação de teclas, acesso a contas e até mesmo assumir o controle do telefone. Se você quer saber se seu celular está hackeado agora, verifique alguns métodos remotos de hacking abaixo.

Phishing credencial

Hoje, as pessoas estão usando um smartphone que se conecta ou sincroniza com seus e-mails. Neste ponto, obter credenciais lhe daria acesso total ao dispositivo deles. Os hackers podem usar phishing para extrair credenciais direcionando alvos para sites falsos copiando grandes nomes do e-commerce, corporação ou marca. Hoje, sites falsos usados para phishing são capazes de imitar convincentemente os sites reais e ficar mais avançados. A pergunta pode surgir, como direcionar uma ferramenta específica?

Somente quando o alvo acessa e fornece suas informações, os hackers podem recuperar a credencial e invadir telefones. As atividades de phishing não seriam detectadas, pois o telefone alvo não tem nenhum software de proteção antivírus instalado. Quando as pessoas fornecem informações para esse site falso, elas podem não perceber.

Mensagens de spam

Acessar as contas do Google do usuário permite que você acesse o telefone inteiramente. Estes incluem contas de mídia social, contas financeiras, contas sociais, educação, estilo de vida e muito mais. Você pode acessar praticamente tudo o que alguém está fazendo através de seu telefone, pois você pode acessar a conta do Google que basicamente rastreia as atividades do usuário.

Os hackers usam a técnica de mensagens de spam para obter acesso à conta do Google, adquirindo os códigos de segurança, pois não têm as senhas. Como o código de verificação é enviado para dispositivos direcionados através de mensagens, os hackers lançam mensagens de spam para capturar o acesso a esse código de segurança.

O procedimento começa com a tentativa de login com o número de celular direcionado hackeado como senha esquecida. O Google enviaria um código de segurança para o número alvo. Hacker envia mensagens de spam declarando-se como autoridade do Google para exigir o código. Um dono de conta enganado responderia a esta mensagem com o código enviado pelo Google. Uma vez que você obtenha o código de segurança, você pode configurar uma nova senha e assumir as contas do Google para acessar seu smartphone.

Interceptação Wi-Fi

Outra maneira de invadir um celular é interceptando comunicações através de conexões Wi-Fi. O principal modus operandi é a criação de uma rede Wi-Fi gratuita com a esperança de que o telefone direcionado se conecte a ele. Pode ser um café, espaço público, espaço de coworking, ou qualquer lugar onde a vítima esteja. Uma vez conectados ao hotspot Wi-Fi, você pode interceptar o tráfego não criptografado do telefone alvo através da rede.

Esse tipo de evento de hackers dá aos hackers acesso limitado a mensagens ou e-mails do telefone hackeado com sucesso geralmente transmitidos sem criptografia. Esse método exige que o hacker esteja na mesma área com o alvo onde o hotspot pode alcançar ambos. O hacker só pode ler os e-mails ou mensagens não criptografadas, mas não pode assumir o controle do telefone.

Usando aplicativo espião

Você pode usar o software de hacking de celular, incluindo aplicativos de espionagem ou spyware para hackear um celular facilmente. Tornou-se a maneira mais popular de invadir um smartphone e outros dispositivos móveis devido à sua operação fácil e instantânea, de modo que você teria que ser um hacker para realizá-lo. Hoje, existem centenas de aplicativos de espionagem disponíveis na internet que você pode baixar e usar. Eles permitem que você veja várias atividades nos arquivos hackeados.

Os aplicativos de espionagem vêm com um espectro de recursos e funcionalidades. Isso pode incluir leitura de e-mails, rastreamento gps, monitoramento on-line e de mídias sociais, keylogger, gravação de chamadas telefônicas, log Wi-Fi e até mesmo controle do telefone hackeado. Dependendo do que você deseja alcançar a partir do evento de hacking, aplicativos espiões podem fornecer diferentes funcionalidades. Aprenda a especificação antes de decidir usar um aplicativo espião.

Usando Keylogger

Quando se trata de smartphones Android, o acesso efetivo pode ser obtido com ferramentas de hacking de celulares, como aplicativos keylogger. Aplicativos de monitoramento telefônico dão funções semelhantes, mas os keyloggers lhe dão uma função mais específica. Keylogger foi projetado principalmente para gravar teclas realizadas no telefone Android direcionado. Isso inclui quando digitam palavras ou senhas em e-mails, plataforma de mídia social, plataforma de bate-papo, e-commerce ou até mesmo conta bancária.

O uso de um keylogger lhe dá registros valiosos de entrada que podem levar a um acesso mais amplo. Em alguns pontos, você possivelmente veria os registros da entrada de senhas nos sites ou aplicativos pelo usuário para que você possa usá-los para invadir suas contas. Existem vários keyloggers disponíveis na Internet, pesquisas em fóruns de hackers lhe dariam pistas dos que você deve usar.

Mensagem de controle

Você pode enviar uma mensagem de controle para o telefone alvo, a fim de obter controle sobre ele. Sempre que for bem sucedido, você pode obter acesso à configuração do telefone e alterar as configurações, incluindo desativar serviços SSL para impedir que os dispositivos criptografem. Dependendo das metas que você deseja alcançar, usar uma mensagem de controle pode ajudá-lo a eliminar todos os dados do dispositivo, incluindo a realização de redefinição de dados de fábrica irrecuperável.

No entanto, os métodos de mensagem de controle podem não funcionar em todos os smartphones e dispositivos. O sucesso dependeria da proteção de segurança utilizada e das configurações de segurança dos dispositivos. Os hackers devem ser reconhecidos com os tipos de smartphones, versões do SISTEMA OPERACIONAL e configurações de segurança para enviar mensagens de controle com sucesso.

Invadindo protocolos SS7

As redes móveis têm empregado o sistema de sinalização 7(SS7) para fornecer serviços de encaminhamento de chamadas ou roaming. Quando você pode invadir os protocolos SS7, você seria capaz de rastrear e localizar o telefone direcionado que você deseja hackear, desde que você saiba o número. Se for bem-sucedido, você pode monitorar chamadas telefônicas e registros de mensagens de texto. No entanto, a maioria das pessoas não são mais SMS e serviços de chamada regulares, por isso pode não obter a funcionalidade ideal invadindo este protocolo. Por outro lado, não consigo capturar mensagens privadas ou de bate-papo em aplicativos.

Veredictos

A invasão de um celular pode ser feita remotamente de várias maneiras, interceptando a comunicação, instalando o aplicativo espião ou keylogger e credenciais de phishing da conta do Google. As configurações de segurança, os tipos de dispositivos e o método adequado determinam o sucesso de uma tentativa de hacking.

FONTE: MUNDO HACKER

Previous post Hacker está vendendo 34 milhões de registros de usuários roubados de 17 empresas
Next post Mega investigação internacional sobre pirâmides de Bitcoin chega ao Brasil e exchanges recebem intimações

Deixe um comentário