Criadores do ransomware Revil revelam quanto ganham com ataques

Views: 137
0 0
Read Time:1 Minute, 20 Second

Os criadores do ransomware conhecido como “Revil” revelaram recentemente mais detalhes sobre o quanto ganham das atividades maliciosas da sua criação… e não é assim tão pouco como se pensava.

De acordo com os criadores deste ransomware, os mesmos terão feito mais de 100 milhões de dólares em resgates e pedidos sobre bloqueio de dados ao longo dos anos, e em diferentes setores no mercado.

Estes revelam ainda que pretendem atingir a meta dos 2 mil milhões de dólares em receitas por intermédio de ataques ransomware, aplicando novas técnicas para tentarem lucrar ainda mais com cada ataque feito.

O Revil é conhecido por ser um ransomware-as-a-service (RaaS), ou seja, será um ransomware que é criado como um serviço para outras entidades, e adaptado para as mesmas, sendo que os criadores originais recebem uma parte dos lucros no processo. No geral, com cada ataque feito pelo ransomware, o grupo recebe cerca de 20 a 30% das receitas.

Ao longo dos anos, este ransomware tem vindo a ser usado contra ataques em larga escala e contra organizações de renome no mercado, incluindo empresas multinacionais. Inicialmente o ransomware tinha como objetivo bloquear apenas os ficheiros das vitimas, e tentava também bloquear destinos de backup das mesmas. No entanto, o grupo começou a verificar que a prática mais lucrativa seria também roubar os dados encriptados, ameaçando posteriormente com a sua publicação para a internet.

Esta técnica tem levado muitas empresas a pagarem os resgates com receio de que os seus conteúdos acabem por ser publicados online, muitas vezes informação que poderia ser considerável sensível.

FONTEL TUGATECH

Previous post Ransomware e a LGPD: pagar o sequestrador ou tomar multa da ANPD?
Next post Prudential do Brasil sofre ataque hacker e roubo de dados pessoais de clientes

Deixe um comentário