Conscientização em segurança: você sabe mesmo se proteger no escritório?

Views: 115
0 0
Read Time:1 Minute, 19 Second


Ramon de Souza

Com exceção de atividades críticas que precisam ser desempenhadas de forma presencial, o trabalho remoto continua sendo um padrão para a maioria dos profissionais brasileiros. Os escritórios permanecem fechados por conta da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV2) e provavelmente vão continuar assim até que seja disseminada uma vacina contra a COVID-19. Mas, e depois? O que realmente vai acontecer dentro do novo normal?

Possivelmente, vamos observar a adoção de um modelo híbrido — ou seja, será possível trabalhar tanto de casa quanto em um espaço corporativo físico. As empresas perceberam que o teletrabalho traz várias vantagens (como a redução de custos operacionais), mas também entenderam que é necessário ter um hub de integração presencial para necessidades pontuais.

Com a adoção de tal modelo, retornam as velhas preocupações com conscientização em segurança da informação. Trabalhar em um escritório possui diversos riscos específicos que os colaboradores podem ter esquecido, como contato com indivíduos mal-intencionados em áreas comuns, uma bisbilhotada maliciosa de um insider para descobrir suas senhas ou até mesmo a falta de adoção de uma política de mesa limpa.

Reprodução: Compugraf/Check Point

E você, sabe se comportar de forma segura enquanto trabalha presencialmente? Teste seus conhecimentos na segunda fase do Protection Game, um divertido jogo estilo bingo desenvolvido pela Compugraf em parceria com a Check Point. Neste segundo nível, você pode descobrir se está conscientizado especificamente para combater as ameaças que existem no ambiente físico de trabalho, reportando perigos e se esquivando dos riscos. Clique aqui para baixar o Protection Game gratuitamente!

FONTE: THE HACK

Previous post Mais de 5 bilhões de dados de e-mail e senhas foram vazados neste ano
Next post Redes sociais, messengers e serviços cloud utilizados pelos colaboradores estão na mira dos hackers

Deixe um comentário