Hacker vende banco com 27 milhões de registros; diz que é da NET

Views: 292
0 0
Read Time:1 Minute, 15 Second

Anúncio foi feito na madrugada de hoje. Hacker que colocou dados à venda informa que o banco tem 27.864.499 registros de pessoas

Um anúncio num fórum da dark web está oferecendo para venda uma tabela de dados com quase 28 milhões de registros. O vendedor alega que esses dados estão relacionados à operadora de telecomunicações brasileira NET, que oferecia serviços de TV a cabo, telefonia e internet e se tornou parte da Claro. A marca NET deixou de ser utilizada pela empresa.

O anúncio foi publicado na madrugada de hoje, junto com dois elementos que supostamente atestariam a qualidade dos dados: a lista de nomes das colunas que compõem a tabela; e uma imagem da primeira tela de um navegador que abriu o arquivo de dados. 

A lista dos nomes de colunas (os campos criados na estrutura da tabela de dados) é a seguinte: nome, pf_pj, dtnasc, sexo, cpf_cnpj, email, classe_social, uf, cidade, bairro, endereco, num, complemento, cep, fone. Na imagem publicada no fórum aparecem 21 registros, cada um com os 15 campos preenchidos. 

O hacker que colocou os dados à venda se comunica em inglês e diz no anúncio que a “NET foi uma empresa de telecomunicaçõçes brasileira, reconhecida pelos seus serviços residenciais, tais como TV paga, acesso à internet e telefonia fixa” – uma frase aparentemente copiada da Wikipedia. O vendedor acrescenta que a base de dados foi violada em 2018 e está sendo entregue nos formatos SQLite e CSV. 

FONTE: CISO ADVISOR

Previous post Brechas, erros, vulnerabilidades: Até quando?
Next post Hackers exploram falha em links compartilhados no Facebook

Deixe um comentário