5 dicas para se proteger ao investir em criptomoedas

Views: 39
0 0
Read Time:2 Minute, 48 Second

Saber um pouco mais sobre o cenário pode ser muito útil para não se dar mal

O investimento em criptomoedas ainda é um tema que deixa muita gente com o pé atrás, muito por conta de não considerar o sistema de blockchain confiável. Porém, o que muita gente não sabe é que o banco de dados utilizado para o armazenamento das transações é inviolável, o que garante segurança e transparência ao investir neste tipo de transação.

O sistema utiliza chaves públicas e privadas para que a movimentação seja feita, mas o investidor também precisa fazer sua parte e tomar muito cuidado com seus dados de acesso. Assim, para entender mais sobre como se proteger neste mundo tecnologia veja algumas dicas para não ter nenhum problema:

Saiba diferenciar os tipos de golpes

Existem muitos golpes sobre quais as pessoas precisam ficar atentas para não cair em armadilhas cibernéticas. Porém, dois são os principais. O primeiro deles é o phishing, estratégia usada para obter dados pessoais, bancários e senhas. Os criminosos utilizam do envio de e-mails e chats para fisgar investidores com páginas que se assemelham às de bancos e exchanges. Observe sempre se o link é exatamente igual ao utilizado pela empresa a qual você deseja acessar, pois hackers costumam mudar uma letra no link ou camuflá-lo para que o usuário não perceba que não é o site original que ele deseja acessar.

O segundo é o malware, um software malicioso que permite que pessoas mal-intencionadas controlem o dispositivo que o usuário esteja utilizando, e assim consiga executar ou instalar plugins em seu sistema. Desta forma, o criminoso tem acesso à cofres e senhas, históricos da navegação, dados e informações pessoais do indivíduo.

Cuidado com Chave de Segurança e Senhas

É imprescindível que um usuário pensando em investimento em criptomoedas jamais deixe exposta sua chave privada, ou seja, a senha exigida para fazer as movimentações de sua carteira de investimentos. Não adianta ter um sistema criptografado se a senha está de fácil acesso para qualquer pessoa utilizar. Outra dica é ao criar senhas utilizar combinações diferentes para cada site, evitando palavras óbvias e com uma variedade de caracteres.

Fique atento ao spam

Outro ponto importante a ser levado em consideração dentro do ambiente virtual é em relação a caixa de spam. O spam pode ser a porta de entrada de ameaças digitais para os dispositivos nos quais você fará suas transações online. Spams podem ser definidos como e-mails indesejados ou postagens, comentários e publicações que o usuário não pediu para receber, seja pelo e-mail ou redes sociais, por exemplo.

Fique de olho nos links

É muito importante que você baixe apenas documentos ou aplicativos diretamente de sites e lojas oficiais e que evite baixar arquivos enviados por desconhecidos. Dessa forma, você diminui os riscos de fazer o download de um vírus que pode contaminar seu computador.

Cuidados com a conexão

O cuidado com a sua rede de internet e dos dispositivos também é um ponto relevante se você faz transações online. Então, certifique-se que possui um software antivírus atualizado, que realmente garanta a eliminação de softwares maliciosos, como vírus, spywares, dentre outras pragas virtuais. Além disso, utilize firewalls, bem como evite a utilização de conexões de internet públicas, como hotéis e restaurantes. Sempre prefira as redes mobile 3G ou 4G.

FONTE: IT FORUM 365

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *