Android vs. IOS: Qual é o sistema mais seguro para escolher em 2020?

Views: 35
0 0
Read Time:3 Minute, 27 Second

Os criminosos virtuais têm criado novos malwares visando as principais plataformas móveis, como Android e Apple. Atualmente, muitos hackers criam malware visando o Android devido ao seu domínio no mercado mundial de sistemas operacionais para smartphones.

Mas muitos malwares para dispositivos móveis também são criados voltados para o IOS, já que a Apple App Store é mais lucrativa que a Google Play Store.

Portanto, o iOS e o Android são vulneráveis a uma variedade de ataques de malware direcionados.

Avaliação da segurança dos sistemas operacionais móveis: Android vs. IOS

Market Share Mundial

Os dados mais recentes de participação no mercado de sistemas operacionais móveis publicados em vários sites mostram que o Android domina o mercado mundial de sistemas operacionais móveis, com uma participação de mais de 74%.

Além disso, o Android atualmente possui uma base de usuários muito maior que o iOS. Sua participação de mercado massiva, e sua enorme base de usuários, tornam o Android mais vulnerável a ataques de malware direcionados do que o iOS.

Muitos criminosos virtuais criam novos malwares para dispositivos móveis visando o Android, apenas para acessar um número muito maior de dispositivos e um maior volumes de dados dos usuários.

Abertura

Ao contrário do iOS, o Android está disponível como um software de código aberto. O Google permite que os fabricantes de dispositivos usem seu sistema operacional móvel sem pagar taxas de licenciamento.

Além disso, os fabricantes de dispositivos têm a opção de fazer alterações nas versões padrão do sistema operacional do Android sem nenhuma restrição.

Muitas vezes, as alterações feitas na versão padrão do sistema operacional Android levam a vulnerabilidades de segurança. As vulnerabilidades de segurança tornam mais fácil para os hackers acessarem e roubarem dados do usuário executando ataques de malware direcionados.

Fragmentação de Dispositivo

O iOS e o Android estão evoluindo continuamente. Cada nova versão desses sistemas operacionais vem com recursos de segurança novos e aprimorados para melhorar a segurança dos dados e evitar ameaças emergentes à segurança.

A Apple permite que os usuários do iPhone e iPad aproveitem esses recursos de segurança atualizando para a versão mais recente do iOS.

Porém, os usuários do Android não têm a opção de aproveitar os recursos de segurança aprimorados fornecidos pela versão mais recente do sistema operacional móvel do Google sem alterar seus dispositivos.

Atualmente, a versão mais recente do Android tem uma taxa de penetração muito menor do que as versões anteriores. Portanto, os usuários geralmente falham em impedir ataques de malware ao usar dispositivos Android.

Diretrizes de revisão de aplicativos

As rígidas diretrizes de revisão de aplicativos impostas pela Apple, contribuem enormemente para tornar os aplicativos iOS mais seguros que os aplicativos Android.

Quando um desenvolvedor envia um aplicativo iOS para revisão, a Apple o analisa em vários níveis. Portanto, as vulnerabilidades de segurança nos aplicativos iOS são detectadas e reparadas antes das publicações.

Mas mesmo assim, um aplicativo espião para Iphone ainda é uma possibilidade, mesmo utilizando o IOS.

Por outro lado, as diretrizes de revisão de aplicativos implementadas pelo Google não são tão rigorosas quanto as diretrizes de revisão da App Store. Portanto, frequentemente aplicativos maliciosos entram na Google Play Store.

Dispositivos com jailbreak e aplicativos externos

O Google permite que os usuários baixem aplicativos Android de lojas de terceiros. Os aplicativos distribuídos por lojas de aplicativos não oficiais geralmente carecem de recursos de segurança robustos.

A Apple não permite que os usuários baixem aplicativos de lojas de aplicativos de terceiros. Mas muitos usuários removem alguns dos recursos, e restrições de segurança, implementados pela Apple ao desbloquear o dispositivo iOS.

Os iPhones e iPads desbloqueados são menos seguros que a maioria dos dispositivos Android.

Considerações finais

No geral, os criminosos cibernéticos têm criado e distribuído novos malwares móveis diariamente, visando o Android e o iOS.

Mas o Android é mais vulnerável a esses ataques direcionados com malwares do que o iOS devido à sua natureza de código aberto, fragmentação de dispositivos e enorme base de usuários.

Mas os desenvolvedores devem ter em mente quais as versões específicas do iOS e Android estão usando quando forem avaliar a segurança da sua plataforma móvel.

FONTE: MAIS TECNOLOGIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *