Ataques DDoS triplicam no segundo trimestre com trabalho remoto

Views: 65
0 0
Read Time:1 Minute, 45 Second

Empresa de cibersegurança afirma ter bloqueado 217% mais tentativas de ataques de negação de serviço

O volume de ataques distribuídos de negação de serviço (DDoS – Distributed Denial of Service) no segundo trimestre aumentou três vezes em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com novos dados da Kaspersky. A empresa russa de cibersegurança afirma em seu relatório “DDoS Kaspersky Q2 2020” ter detectado e bloqueado 217% mais tentativas de DDoS do que no período de abril a junho de 2019.

Segundo o estudo, isso parece ir contra as tendências sazonais usuais, que veem o pico de ataques DDoS no início do ano e depois diminuem até o final de maio e agosto, disse o relatório. O volume de ataques detectados caiu 39% do primeiro para o segundo trimestre de 2019, por exemplo, e 34% no mesmo período de 2018.

No entanto, neste ano, o volume de ataques detectados aumentou 30% do primeiro para o segundo trimestre, de acordo com a Kaspersky. Além do mais, o maior número de ataques por dia atingiu quase 300 no segundo trimestre (em 9 de abril), enquanto no primeiro trimestre o recorde foi de 242.

Alexey Kiselev, gerente de desenvolvimento de negócios da equipe de proteção contra DDoS da Kaspersky, argumenta que o aumento na atividade de DDoS pode estar relacionado ao impacto da pandemia nos usuários de computador. “Este ano, as pessoas não puderam desfrutar de uma temporada normal de férias, pois muitas regiões mantiveram as medidas de bloqueio. Isso deixou mais pessoas do que o normal dependendo de recursos online para atividades pessoais e de trabalho, tornando um período agitado para negócios online e recursos de informação”, explica. “Como resultado, vimos uma atividade sem precedentes no mercado de DDoS. E até agora, não há razão para prever um declínio.”

A empresa recomenda as organizações a garantir que tenham suporte 24 horas por dia para gerenciar recursos críticos da web, validar acordos e informações de contato com provedores de internet (ISPs) para oferecer suporte a uma resposta rápida e escolher a prevenção DDoS eficaz de um provedor comprovado.

FONTE: CISO ADVISOR

Previous post Prefeitura de Dracena sofre ataque de hackers no sistema de informática
Next post Hackers podem usar conta Netflix para roubar dados bancários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *