EUA oferece recompensa de US$ 2 milhões por dois hackers ucranianos

Views: 40
0 0
Read Time:1 Minute, 8 Second

O Departamento de Estado e o Serviço Secreto dos Estados Unidos anunciaram, nesta quarta-feira (22), uma recompensa de US$ 2 milhões por informações que ajudem a capturar dois ucranianos acusados de invadir e vender informações corporativas valiosas da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês).

As agências ofereceram uma recompensa de US$ 1 milhão por informações por cada um deles: Artem Viacheslavovich Radchenko e Oleksandr Vitalyevich Ieremenko, acusados de crime cibernético internacional.

Os dois foram acusados em janeiro de 2019, em Nova Jersey, por invadirem computadores da SEC para roubar milhares de arquivos corporativos, incluindo relatórios de lucros trimestrais e anuais não publicados.

O Departamento da Justiça disse que ambos negociaram valores e venderam as informações roubadas antes que se tornassem públicas.

Os dois possuem 16 acusações de conspiração de fraude de valores, conspiração de fraude eletrônica, conspiração de fraude informática, fraude eletrônica e fraude informática.

É a primeira vez que o Serviço Secreto oferece uma recompensa internacional para prender um alvo da polícia americana.

“Os hackers não contemplam, ou respeitam, o Estado de direito em nenhum país”, disse o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, em uma nota.

A oferta foi feita pelo Programa Transnacional de Recompensa ao Crime Organizado, sob o qual o Departamento de Estado pagou US$ 130 milhões em recompensas desde 1986.

FONTE: O TEMPO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *