Relatório da KnowBe4 destaca que 38% dos colaboradores falham em simulações de phishing

Views: 155
0 0
Read Time:1 Minute, 34 Second

 A KnowBe4, responsável pela maior plataforma de treinamentos e conscientização em segurança da informação, anuncia o lançamento do novo Relatório de Ataques de Phishing por Setor. Neste relatório medimos o nível de risco das empresas, analisados como a porcentagem Phish-Prone™ (PPP), que indica quantos colaboradores têm propensão a cair em um esquema de phishing ou engenharia social.


Os testes acontecem em organizações que nunca realizaram treinamentos de conscientização da KnowBe4. Os resultados indicam alto nível de risco, com uma PPP inicial de 37,9% em todos os setores e tamanhos de empresas, um aumento de 8,3% em relação a 2019. Toda organização, independente do tamanho, é suscetível a ataques de phishing e engenharia social quando não treinam seus colaboradores.


“Continuamos a perceber essa tendência do aumento da PPP ano após ano nas empresas”, afirma Stu Sjouweman, CEO da KnowBe4. “Esse tipo de informação apenas reforça a necessidade de treinamentos e conscientização em segurança através de simulações frequentes de phishing. Como profissional da área, sei que a KnowBe4 possui um plano de ação para educar os usuários finais – seus colaboradores – para que estejam preparados e tenham o conhecimento necessário para permanecer vigilantes contra ameaças cibernéticas.”


Após 90 dias de treinamentos online e simulações de ataque de phishing, a PPP é reduzida em até 60%; ou seja, o nível de risco cai de 37,9% para 14,1%. Após um ano de uso regular da plataforma e do envio de simulações a PPP diminui para apenas 4,7%. Em todos os setores, há uma melhoria de cerca de 87% da PPP, desde os primeiros testes de nivelamento até os testes realizados após um ano utilizando a ferramenta.


Para ler uma cópia do Relatório de Ataques de Phishing por Setor da KnowBe4, acesse https://info.knowbe4.com/phishing-by-industry-benchmarking-report. Para mais informações sobre a KnowBe4, acesse www.knowbe4.com.

Fonte: A Tarde

Previous post Em apenas três dias golpes atingiram quase 600 mil brasileiros pelo WhatsApp e outras redes
Next post Saiba os top 10 malware mais procurados no mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *